Herta quebra recorde de Rahal e se torna vencedor mais jovem da história da Indy no GP de Austin

Com incrível vitória em Austin, Colton Herta quebrou o recorde que pertencia a Graham Rahal desde 2008 e se tornou o vencedor de corrida mais jovem da história da Fórmula Indy

A vitória de Colton Herta no GP de Austin quebrou um recorde histórico na Fórmula Indy. Aos 18 anos, 11 meses e 22 dias, Herta se tornou o vencedor mais jovem da história da categoria norte-americana, superando o feito que pertencia a Graham Rahal, que venceu o GP de São Petersburgo aos 19 anos e 93 dias em 2008.

Colton Herta (Foto: IndyCar)

Após surpreender e ficar em quarto no treino classificatório, Herta fez ótima corrida, pulando para o segundo lugar na largada. Posteriormente, foi ultrapassado por Alexander Rossi, mas levou vantagem após a bandeira amarela na volta 44 e o abandono do líder Will Power. Com a liderança nas mãos, fez ótima relargada e conduziu como um veterano o carro até a linha de chegada.

O piloto da Harding também se tornou o primeiro estreante a vencer uma etapa da Indy desde Alexander Rossi, que venceu a Indy 500 em sua primeira temporada na categoria, em 2016.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar