Indy

Marco Andretti apresenta carro laranja para Indy 500 em homenagem aos 50 anos da vitória do avô Mario

Marco Andretti vai disputar a 103ª edição da Indy 500 com uma pintura especial. Em homenagem aos 50 anos da vitória do avô Mario na principal prova do automobilismo mundial, Marco e seu #98 estarão laranjas

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
A edição de 2019 das 500 Milhas de Indianápolis vai ser bem marcante para os Andretti. Conhecida pela maldição na principal prova do automobilismo mundial, a família que tem uma das histórias de maior sucesso no esporte comemora 50 anos da única vitória obtida no oval do IMS.
 
Foi em 1969 que Mario Andretti faturou o único triunfo do clã na Indy 500, na época correndo pela STP. O piloto campeão mundial de F1 em 1978 usava uma marcante pintura em laranja e, por isso, será desta forma que o #98 de seu neto Marco Andretti se apresentará na 103ª edição das 500 Milhas de Indianápolis.
 
"O meu neto com a mesma pintura que eu é mais do que uma volta ao passado, é difícil colocar em palavras o quão orgulhoso estou do meu filho Michael e da equipe Andretti pela homenagem que estão fazendo para mim", escreveu Mario, hoje com 79 anos, em suas redes sociais.
Os carros de Mario e Marco Andretti (Foto: Andretti)
Marco será um dos cinco pilotos da Andretti na corrida, com a equipe mantendo a tradição recente de ser quem mais carros alinha no grid. O time todo americano ainda conta com os titulares Alexander Rossi, Ryan Hunter-Reay, Zach Veach e o convidado Conor Daly, que assume o #25.
 
Apesar de apenas uma vitória, os Andretti têm a marca de terem batido na trave diversas vezes na prova. Mario, o mais velho, fez ainda três poles e ficou outras três vezes no top-3, enquanto Michael teve também três vezes entre os três primeiros colocados e Marco, mesmo com carreira bem inferior, teve pelo menos quatro chances reais de triunfar na prova.
 
Assim, a pintura em homenagem a Mario tenta também espantar o fantasma da família, que, ao menos na equipe, tem retrospecto recente excelente na corrida do IMS, vencendo em 2016 a edição #100 com Rossi e em 2017 com Takuma Sato.
 
 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.