Na Garagem: Castroneves vence em circuito misto pela 1ª vez em cinco anos

A carreira de Helio Castroneves na Indy começou com o brasileiro se destacando em circuitos mistos, mas, com a mudança da Penske para a IRL, ele ficou cinco anos sem vencer fazendo curvas para a direita. A espera terminou em São Petersburgo, em 2006

Helio Castroneves chegou à elite dos monopostos nos Estados Unidos correndo na CART, com o calendário dividido entre mistos e ovais. Seus primeiros pódios, com a Bettenhausen e a Hogan, foram em ovais. Mas, depois da mudança para a Penske, foi nos mistos que o brasileiro se destacou.
 
Nos dois anos que passou com o time do ‘Capitão’ na CART, Helio venceu seis corridas: duas em Detroit, duas em Mid-Ohio, uma em Laguna Seca e mais uma em Long Beach — além do triunfo na Indy 500, que fazia parte do calendário da IRL.
 
Mas, a partir de 2002, com o time correndo na categoria rival, nada de virar o volante para a direita. Assim, ele esperou quase cinco anos para vencer outra vez em um circuito misto.
Helio Castroneves não vencia em um circuito misto fazia cinco anos (Foto: Jim Haines/IndyCar)
Em 2005, a IRL teve eventos em São Petersburgo, Watkins Glen e Sonoma, mas Castroneves foi mal nos três. Em 2006, tratou de fazer a história ser diferente logo de cara.
 
Na segunda etapa da temporada, em St. Pete, Castroneves largou em quinto e soube se portar bem em uma prova que teve só duas bandeiras amarelas — pouco para os padrões da Indy. Depois do abandono do pole Dario Franchitti, da Andretti, a briga ficou entre ele e Scott Dixon, da Ganassi.
 
E era Helio quem estava à frente quando Buddy Rice e Tomas Scheckter bateram a quatro voltas do fim. A prova terminou com o carro de segurança na pista e a Penske de #3 sendo colocada no Victory Lane na Flórida.
Helio Castroneves comemora no pódio em São Petersburgo (Foto: Shawn Payne/IndyCar)
Tony Kanaan chegou em terceiro e Vitor Meira ainda foi quinto, atrás de Bryan Herta, em um fim de semana bastante positivo para os pilotos brasileiros. 
 
Foi a primeira de três vitórias de Castroneves em São Petersburgo. Ele ganhou lá em 2007 e em 2012 — essa última, na estreia da atual geração de carros da categoria.
 
Na carreira, contando CART, IRL e a atual IndyCar Series, Castroneves tem 29 vitórias. 13 delas foram em circuitos mistos.
 
VEJA O PADDOCK GP #22, COM PRÉVIAS DA F1, MOTOGP, INDY E F-E

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube