Indy

Newgarden faz linda ultrapassagem em cima de Power e vence com autoridade GP de Mid-Ohio. Castroneves é 7º

Josef Newgarden fez uma das manobras mais bonitas do campeonato para se livrar de Will Power e marchar para uma grande vitória em Mid-Ohio. O americano, assim, se tornou o primeiro a triunfar três vezes em 2017. Helio Castroneves chegou em sétimo
Warm Up / GABRIEL CURTY, de São Paulo
 Josef Newgarden (Foto: IndyCar)

Josef Newgarden vive um momento especial. Totalmente adaptado ao carro e ao time da Penske, o americano encaixou mais uma grande prova em sua boa sequência e, com direito a uma manobra espetacular em cima de Will Power, triunfou pela terceira vez no ano, virando um candidato cada vez mais forte ao título da temporada. 

Newgarden foi o primeiro piloto da tão equilibrada temporada 2017 a vencer três corridas. O resultado foi muito valioso para o americano que, agora, assumiu a liderança do campeonato. Além disso, é quem vive a melhor fase dentre todos do grid.

Apesar de ter sido batido pelo companheiro, Power conquistou um bom resultado. O australiano segurou os ataques do dono da casa Graham Rahal e terminou em segundo.

Simon Pagenaud não esteve tanto nos holofotes, mas fez uma corrida bem competente e, mais importante, chegou na frente de Scott Dixon e Helio Castroneves, até então seus maiores rivais, completando em quarto. Takuma Sato concluiu a prova em quinto.

Alexander Rossi teve bons momentos durante a tarde e terminou em sexto, seguido de perto por Castroneves, que perdeu muito tempo atrás de Dixon quando o neozelandês teve problemas em seu carro. Dixon, aliás, foi o nono, atrás ainda de Ryan Hunter-Reay. Conor Daly fechou o top-10.
Josef Newgarden venceu com autoridade em Lexington (Foto: IndyCar)
Confira como foi o GP de Mid-Ohio

A largada para o GP de Mid-Ohio aconteceu às 16h46 (em Brasília). Josef Newgarden tentou superar Will Power por fora, mas o australiano fechou bem a porta e o americano quase perdeu o segundo posto para Takuma Sato. A maioria das posições seguia igual, mas Marco Andretti se destacava com uma grande saída para chegar ao décimo lugar.

Na segunda volta, Newgarden voltou a tentar passar Power por fora e, mais uma vez, não teve sucesso. Logo atrás, Graham Rahal apertava Sato e o japonês perdia um pedaço da asa batendo no ondulado asfalto.
Will Power chegou na segunda posição (Foto: IndyCar)
Os pilotos seguiam próximos na pista, mas as ultrapassagens, como acontece bastante em Lexington, não eram exatamente frequentes. O destaque do começo da corrida ficava para os times que iam parando cedo com seus carros, como a Dale Coyne, a Foyt e a Ganassi com Max Chilton.

Após algumas voltas quietinho apenas escoltando Power, Newgarden tomou a iniciativa no giro 13 e fez uma ultrapassagem maravilhosa em cima do companheiro de Penske. O americano gingou para os dois lados e mergulhou por dentro, assumindo a liderança.

Logo atrás, Rahal saía lançado da curva e superava Sato, pulando para terceiro e rapidinho colando em Power para tentar beliscar o segundo lugar.

Os líderes foram para os boxes e a vantagem de Newgarden ficou ainda maior. Rahal até conseguiu voltar na frente de Power, mas logo perdeu a posição com os pneus ainda frios. Pagenaud e Rossi eram os vencedores da primeira rodada nos boxes e vinham em quarto e quinto, já que Hunter-Reay rodava de forma tosca tentando superar o companheiro de time.

A prova chegava ao fim de seu primeiro terço com poucas mudanças nos primeiros lugares, ainda que o pelotão estivesse junto. Newgarden tinha 4s9 para Power, que era pressionado por Rahal. Pagenaud e Rossi vinham logo atrás e tinham gigantesca margem para Dixon, Castroneves, Sato, Hinch e Andretti.

Com muitos problemas, Dixon antecipou sua parada para a volta 33 e mexeu bastante na asa dianteira, voltando apenas em 19º. Dos ponteiros, tirando Dixon, Newgarden foi quem foi aos boxes primeiro, no 40º giro. E o americano voltou muito bem, colocando 6s9 para Power. Rahal, Rossi, Pagenaud, Castroneves, Sato, Hinch, Dixon e Andretti fechavam o top-10 quando os pilotos se reposicionaram.

Newgarden continuava com sua tocada firme e mantinha a frente confortável para Power. Rahal era o terceiro, enquanto Pagenaud mostrava ousadia e superava Rossi para virar quarto.

Os pilotos partiam para aquela que seria a última rodada de paradas nos boxes e tudo levava a crer que o americano marcharia para uma vitória fácil. No entanto, Ed Jones rodava e aparecia parado ao lado da pista, chamando uma bandeira amarela péssima para o americano.

A bandeira amarela saiu e os pilotos partiram para as 20 voltas finais. Newgarden começou a tentar a escapar sendo escoltado pelo retardatário Esteban Gutiérrez. O americano vinha de pneus duros, enquanto Power, Rahal, Pagenaud e Sato o perseguiam de compostos macios. Rossi, Castroneves, Hinch, Hunter-Reay e Dixon fechavam o top-10.

Gutiérrez acabou ajudando muito Newgarden, que usava o botão de ultrapassagem para abrir mais distância. O americano, mesmo quando perdeu o escudo mexicano, não foi atacado, marchando seguro para o primeiro lugar e sua sexta vitória na categoria. Candidatíssimo ao título.

Indy, GP de Mid-Ohio, Classificação Final:

1 2 Josef NEWGARDEN EUA Penske Chevrolet 90 voltas
2 12 Will POWER AUS Penske Chevrolet +5.156
3 15 Graham RAHAL EUA RLL Honda +6.313
4 1 Simon PAGENAUD FRA Penske Chevrolet +6.881
5 26 Takuma SATO JAP Andretti Honda +7.309
6 98 Alexander ROSSI EUA Andretti Honda +9.027
7 3 Helio CASTRONEVES BRA Penske Chevrolet +11.681
8 28 Ryan HUNTER-REAY EUA Andretti Honda +12.362
9 9 Scott DIXON NZL Ganassi Honda +18.186
10 4 Conor DALY EUA Foyt Chevrolet +20.566
11 5 James HINCHCLIFFE CAN Schmidt Peterson Honda +27.324
12 27 Marco ANDRETTI EUA Andretti Honda +29.993
13 83 Charlie KIMBALL EUA Ganassi Honda +31.125
14 7 Mikhail ALESHIN RUS Schmidt Peterson Honda +32.596
15 8 Max CHILTON ING Ganassi Honda +33.110
16 10 Tony KANAAN BRA Ganassi Honda +36.200
17 21 JR HILDEBRAND EUA Carpenter Chevrolet +1:00.825
18 14 Carlos MUÑOZ COL Foyt Chevrolet +1 volta
19 20 Spencer PIGOT EUA Carpenter Chevrolet +1 volta
20 18 Esteban GUTIÉRREZ MEX Dale Coyne Honda +1 volta
21 19 Ed JONES ING Dale Coyne Honda +2 voltas

CASO VÁ BEM EM TESTE, KUBICA DEVE VIRAR TITULAR DA RENAULT JÁ A PARTIR DO GP DA BÉLGICA"