Indy

Newgarden mantém grande forma, supera Rossi e Veach e crava pole para corrida 2 da rodada dupla de Detroit

Josef Newgarden aproveitou o momento e embalou depois da vitória na corrida 1. Superando Alexander Rossi e Zach Veach, o americano fez a pole para a corrida 2 do GP de Detroit

Grande Prêmio / GABRIEL CURTY, de São Paulo
Josef Newgarden vive um grande final de semana. Após a vitória na corrida 1, o americano da Penske manteve a ótima fase neste domingo (2), bateu as Andretti em uma classificação marcada por uma água misteriosa no meio da pista e, assim, cravou a pole para a segunda corrida.

O piloto do #2 fez 1min14s861, sobrando bastante dentro do grupo e também no comparativo com a sessão anterior, que teve Alexander Rossi como líder com 1min15s183. No grupo 2, o segundo colocado foi Zach Veach, 0s402 mais lento que Josef e terceiro no grid de logo mais.

Colton Herta fez mais uma ótima exibição na definição do grid e parte de quarto, na frente de James Hinchcliffe e de Scott Dixon, que busca a recuperação após o acidente na corrida 1. Simon Pagenaud teve mais uma classificação péssima e terá de remar do 14º lugar.

Felix Rosenqvist vai largar de sétimo, com Pato O'Ward, Sébastien Bourdais e Spencer Pigot completando o top-10 no grid de largada da corrida que começa às 16h50 (em Brasília). Em mais um dia de luta para a Foyt, Tony Kanaan sai de 18º e Matheus Leist de 21º.
Josef Newgarden é pole na corrida 2 (Foto: Indycar)
Saiba como foi a definição do grid para a corrida 2 em Detroit

A definição do grid de largada da corrida 2 da Indy em Detroit começou pontualmente às 11h45 (em Brasília). Os grupos da classificação da primeira prova foram mantidos, mas invertidos, ou seja, pegariam uma pista mais fria e com menos borracha que no sábado.
 
Assim, o grupo 1 de domingo era composto por Marcus Ericsson, Scott Dixon, Graham Rahal, Tony Kanaan, Spencer Pigot, Simon Pagenaud, Alexander Rossi, Pato O'Ward, Takuma Sato, Max Chilton e Colton Herta.
 
Com os pneus duros, os pilotos praticamente fizeram um aquecimento para o que seria a briga real por posições no grid quando os macios fossem acionados. Dixon virou 1min17s8, Kanaan baixou para 1min17s3, Rossi achou 1min16s8 e o mesmo Dixon repetiu o tempo do rival, ainda antes da troca de composto.
Alexander Rossi larga em segundo (Foto: Indycar)
O relógio na regressiva baixava dos três minutos e, finalmente, todos os 11 estavam com pneus macios novos atrás dos melhores tempos. Obviamente, as marcas foram caindo em cascata, com Pagenaud virando 1min16s3, mas logo ficando para trás de um Pigot que virava 1min16s0.
 
Outro que ficou pouquinho na frente foi Herta, que virou em 1min15s6, isso porque Rossi fez 1min15s548, um tempo que era 0s7 acima do que fez Newgarden no grupo 1 de sábado, mas era competitivo.
 
No último esforço, Rahal errou e perdeu sua volta, fechando inacreditavelmente em último a sessão, depois revelando ter tido um problema na marcha. Pagenaud e Sato também não melhoraram e ficaram em sétimo e oitavo, respectivamente.
 
Melhor para Rossi, que conseguia mais uma volta bem rápida, puxando a fila com 1min15s183. Dixon, O'Ward e Pigot até tiveram alguma melhora, mas fecharam o top-5 atrás do americano e de Herta, que ficou com seu 1min15s648.
Colton Herta fez ótima classificação (Foto: Indycar)
O Grupo 2

O segundo grupo veio na sequência, mas foi parado em bandeira vermelha segundos depois por conta de um acúmulo esquisito de água na curva 6, gerado da barreira de pneus.
 
Como o sistema de classificação em Detroit é diferenciado, a direção de prova travou o relógio na bandeira vermelha, para garantir que o grupo 2 não fosse prejudicado. Aliás, nele estavam Josef Newgarden, Matheus Leist, James Hinchcliffe, Felix Rosenqvist, Will Power, Sébastien Bourdais, Santino Ferrucci, Ed Jones, Zach Veach, Ryan Hunter-Reay e Marco Andretti.
 

Só que o que parecia um pequeno problema se tornou uma enorme dor de cabeça e os cinco minutos previstos de paralisação viraram mais de 50. Com direito a um caminhão para fazer a sucção da barreira e a secagem da pista finalmente sendo completada.

O segundo grupo, diferentemente do primeiro, optou em boa parte por colocar os pneus macios ali já pela metade da sessão, o que fez com que Bourdais, por exemplo, liderasse com 1min15s7, ainda acima da marca de Rossi.
 
Mas ainda tinha gente muito rápida a calçar os compostos vermelhos e, logicamente, aquele tempo seria outro, com Rossi muito dificilmente arrumando uma pole no primeiro grupo. Rosenqvist fez 1min15s4, Veach virou 1min15s2, mas era Newgarden quem vinha nervoso para fazer 1min14s861.
 
Na tentativa final, mais uma vez, Power errou quando não podia e relou o carro no muro, perdendo a chance de ameaçar a pole de Newgarden. Hinch até andou bem e se posicionou em terceiro no grupo, mas era mesmo Josef o pole, com um improvável Veach partindo de terceiro no grid.

Indy 2019, GP de Detroit 2, Grid de largada:

1 J NEWGARDEN Penske Chevrolet 1:14.861  
2 A ROSSI Andretti Honda 1:15.183 +0.322
3 Z VEACH Andretti Honda 1:15.263 +0.402
4 C HERTA Harding Honda 1:15.648 +0.787
5 J HINCHCLIFFE SPM Honda 1:15.439 +0.578
6 S DIXON Ganassi Honda 1:15.800 +0.939
7 F ROSENQVIST Ganassi Honda 1:15.496 +0.635
8 P O'WARD Carlin Chevrolet 1:15.926 +1.065
9 S BOURDAIS Dale Coyne Honda 1:15.591 +0.730
10 S PIGOT Carpenter Chevrolet 1:15.974 +1.113
11 W POWER Penske Chevrolet 1:15.695 +0.834
12 M ERICSSON SPM Honda 1:16.128 +1.267
13 E JONES Carpenter Chevrolet 1:15.712 +0.851
14 S PAGENAUD Penske Chevrolet 1:16.219 +1.358
15 R HUNTER-REAY Andretti Honda 1:15.721 +0.860
16 T SATO RLL Honda 1:16.231 +1.370
17 S FERRUCCI Dale Coyne Honda 1:16.085 +1.224
18 T KANAAN Foyt Chevrolet 1:16.585 +1.724
19 M ANDRETTI Andretti Honda 1:16.110 +1.249
20 M CHILTON Carlin Chevrolet 1:17.261 +2.400
21 M LEIST Foyt Chevrolet 1:16.955 +2.094
22 G RAHAL RLL Honda 1:17.370 +2.509
 


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.