Indy

Pippa acerta com Dale Coyne e volta para quarta participação consecutiva nas 500 Milhas de Indianápolis

Novamente com a campanha da Fundação Susan G. Komen de combate ao câncer de mama estampada no layout do carro, Pippa Mann vai voltar para as 500 Milhas de Indianápolis pelo quinto ano seguido - quarto pela Dale Coyne
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 Pippa Mann em Indianápolis (Foto: IndyCar)

Pippa Mann está de volta às 500 Milhas de Indianápolis. Pelo quinto ano seguido, a inglesa vai guiar um carro para tentar se classificar para a corrida mais tradicional dos monopostos norte-americanos. De volta à Dale Coyne, ela busca a quinta classificação.
 
É o quarto ano em que Pippa vai se juntar à Dale Coyne para a corrida. Ao lado dela estarão Conor Daly e Luca Fillipi.. Pippa disputou seis etapas da temporada 2015 pela esquadra.
 
"Estou tão feliz por ser confirmado para a 100ª edição das 500 Milhas de Indianápolis com a Dale Coyne. Me apaixonei pela Indy 500 quando eu vi ao vivo pela primeira vez em 2009, e sempre é um evento especial de ser parte. A Dale Coyne sempre foi minha casa pelas últimas três temporadas nesta corrida, e sou muito agradecido pelo suporte e oportunidades que tive com a equipe de Dale e Gail", disse.
Pippa Mann (Foto: Chris Jones/IndyCar)
Assim como nos últimos dois anos, Mann vai participar com a pintura rosa do carro. É uma forma de promover a Susan G. Komen Foundation, que trabalha com ações relacionadas à luta contra o câncer de mama - forma que mais mata mulheres em todo o mundo. 
 
"É uma causa muito pessoal para mim e para a Dale Coyne. Enquanto um carro rosa nos últimos dois anos certamente atrai atenção para Susan G. Komen, a parte mais importante da nossa parceria é entrar nesta corrida incrível usando para arrecadar dinheiro que pode ser usado para cuidados e pesquisas", seguiu.
 
"Nos dois últimos anos, conseguimos arrecadar mais de $ 100 mil por atividades envolvendo os programas da corrida que ajudam a missão de Komen, incluindo a campanha de 2015. Estamos esperando dobrar o alcançado do ano passado", encerrou.
 
 
PADDOCK GP #26 FALA SOBRE F1, INDY, MOTOGP E F-E