Indy

Schmidt Peterson volta a alinhar carro #6 e coloca Muñoz na vaga de Wickens em Portland e Sonoma

Carlos Muñoz vai voltar ao grid da Indy em Portland e Sonoma. O colombiano foi chamado pela Schmidt Peterson para ocupar a vaga do lesionado Robert Wickens no carro #6 nas duas provas finais de 2018
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Robert Wickens (Foto: Indy)
A Schmidt Peterson vai voltar a ter dois carros no grid do GP de Portland deste final de semana. Nesta quarta-feira (29), a equipe confirmou Carlos Muñoz no comando do carro #6, ocupando a vaga do lesionado Robert Wickens.
 
Wickens segue internado em Allentown, se recuperando de um forte acidente sofrido nas 500 Milhas de Pocono. O canadense passou por cirurgia na coluna vertebral, colocando peças de titânio. Em Gateway, apenas James Hinchcliffe correu pela SPM. O acordo com Muñoz, aliás, vale não apenas para Portland, mas também para a decisão em Sonoma, com pontuação dobrada.
Carlos Muñoz volta ao grid no carro #6 em Portland (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Muñoz fez apenas uma corrida em 2018, justamente a Indy 500, chegando na sétima colocação com a Andretti. O colombiano, que está fora do grid pela falta de patrocínios, tem quatro temporadas completas na Indy e dois top-10 justamente com a Andretti. Ainda, tem cinco pódios, outros dois segundos lugares na Indy 500 e uma vitória conquistada na corrida 1 do GP de Detroit de 2015.
 
Além dos dois carros principais do time com Muñoz e Hinchcliffe, Portland também terá a participação de Jack Harvey com o carro da Michael Shank, apoiado pela Schmidt Peterson.