Com Pol Espargaró, Nakasuga e Alex Lowes no comando da R1, Yamaha vence 8 Horas de Suzuka pelo segundo ano seguido

A Yamaha viveu um domingo (31) de glória no Japão ao conquistar pelo segundo ano consecutivo a lendária 8 Horas de Suzuka. Guiada por Pol Espargaró, Alex Lowes e Katsuyuki Nakasuga, a YZF-R1 completou 218 voltas com 2min17s883 de vantagem para Akira Yanagawa/Leon Haslam/Kazuki Watanabe. Takuya Tsuda/Joshua Brookes/Noriuki Haga ficou com o terceiro posto. Equipe da Honda que contava com Nicky Hayden, Michael Van der Mark e Takumi Takahashi teve de abandonar por conta de um problema com a CBR

Pelo segundo ano consecutivo, a Yamaha conquistou aquela que é considerada a prova mais importante do calendário das fábricas japonesas. Com Pol Espargaró, Katsuyuki Nakasuga e Alex Lowes, a casa de Iwata dominou a tradicional 8 Horas de Suzuka e não deu chances à concorrência.
 
Em 2015, Nakasuga e Espargaró já tinham levado a YZF-R1 ao topo do pódio de Suzuka — junto com Bradley Smith —, encerrando um jejum da Yamaha que vinha desde 1996.
O pódio da edição 2016 das 8 Horas de Suzuka (Foto: Divulgação/EWC)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Partindo da pole, o trio #21 teve o caminho ao topo do pódio encurtado pelo abandono do trio formado por Takumi Takahashi, Michael van der Mark e Nicky Hayden. A MuSashi Honda teve um problema técnico antes do fim da terceira hora.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

No momento em que o trio #634 abandonou, a Yamaha já tinha 50s de vantagem, margem que subiu para 1min22s quando Pol entregou a R1 nas mãos de Nakasuga para um segundo stint. 
 
Piloto de testes da Yamaha na MotoGP e dono de um pódio na classe rainha do Mundial de Motovelocidade correndo como wild-card, o campeão japonês também cumpriu bem sua parte, com Lowes tratando de abrir vantagem antes de devolver a R1 para o comando de Espargaró. 
 
Com ritmo mais forte que os rivais, a Yamaha não deu chances para ninguém e deu volta na maioria dos rivais. Ao fim das oito horas de disputa, Alex recebeu a bandeirada com 2min17s883 de vantagem para a equipe oficial da Kawasaki, formada por Akira Yanagawa, Leon Haslam e Kazuki Watanabe. Depois de uma longa briga, Takuya Tsuda, Josh Brookes e Noriyuki Haga completaram o top-3.
Alex Lowes teve a honra de receber a bandeirada (Foto: Yamaha)
Além de marcar o segundo triunfo de Espargaró na mais importante prova do calendário de Endurance da FIM (Federação Internacional de Motociclismo), a disputa de domingo também foi a despedida de Pol de Suzuka ao menos em um futuro próximo, já que o irmão de Aleix vai defender a KTM na MotoGP a partir do próximo ano.
 
A Honda, por sua vez, voltou a amargar a derrota em Suzuka. Depois de vencer cinco anos consecutivos — e 27 das 38 edições da corrida —, a marca da asa dourada voltou a viver um domingo de derrota como o de 2015.
 
Com o abandono nas mãos de Hayden, que fazia apenas seus primeiro stint na disputa, a MuSashi viveu seu segundo problema técnico consecutivo, já que em 2015 viu Casey Stoner sofrer uma forte queda por conta de uma falha na CBR.
 
Com Hayden, Van der Mark e Takahashi fora da disputa, o Team Green e a Yoshimura travaram um bom duelo pelo segundo posto, com destaque para a disputa entre Haslam e Haga no início da quinta hora.
 
Ex-piloto do Mundial de Superbike, Haslam levou a melhor na briga e acabou abrindo vantagem para garantir o segundo posto da Kawasaki. Na hora final, Brookes ainda tentou apertar o passo, mas acabou mesmo em terceiro. 
 
Mundial de Endurance, 8 Horas de Suzuka, Final:
 
1 21 KATSUYUKI NAKASUGA
POL ESPARGARÓ
ALEX LOWES
JAP
ESP
ING
YAMAHA
YZF-R1
8:00:40.124 218 voltas
2 87 AKIRA YANAGAWA
LEON HASLAM
KAZUKI WATANABE
JAP
ING
JAP
TEAM GREEN
KAWASAKI ZX-10R
+2:17.883  
3 12 TAKUYA TSUDA
JOSHUA BROOKES
NORIYUKI HAGA
JAP
ING
JAP
YOSHIMURA SUZUKI
GSX-R1000
+1 volta  
4 7 BROC PARKES
KOHTA NOZANE
TAKUYA FUJITA
AUS
JAP
JAP
YART YAMAHA
YZF-R1
+4 voltas  
5 32 JOSHUA WATERS
NOBUATSU AOKI
YOSHIHIRO KONNO
AUS
JAP
JAP
MOTO MAP
SUZUKI GSX-R1000
+4 voltas  
6 17 YUKIO KAGAYAMA
NAOMICHI URAMOTO
RYUICHI KIYONARI
JAP
JAP
JAP
TEAM KAGAYAMA
SUZUKI GSX-R1000
+5 voltas  
7 01 OSAMU DEGUCHI
HITOYASU IZUTSU
ERWAN NIGON
JAP
JAP
FRA
EVA RT
KAWASAKI ZX-10R
+5 voltas  
8 22 ZAQHWAN ZAIDI
DIMAS EKKY PRATAMA
MAS
INA
TEAM ASIA
HONDA CBR1000RR
+6 voltas  
9 18 TAKAHIRO NAKATSUHARA
RYUTA KOBAYASHI
TARO SEKIGUCHI
JAP
JAP
JAP
MISTRESA
HONDA CBR1000RR
+6 voltas  
10 090 DAMIAN CUDLIN
HIKARI OHKUBO
KOSUKE AKIYOSHI
AUS
JAP
JAP
TELURU KOHARA
HONDA CBR1000RR
+6 voltas  
11 104 GINO REA
TATSUYA YAMAGUCHI
RATTHAPARK WILAIROT
ING
JAP
TAI
TOHO
HONDA CBR1000RR
+7 voltas  
12 2 AARON MORRIS
SEBASTIEN SUCHET
AUS
SUI
R2CL
SUZUKI GSX-R1000
+8 voltas  
13 111 JULIEN DA COSTA
SEBASTIEN GIMBERT
FREDDY FORAY
FRA
FRA
FRA
HONDA ENDURANCE
CBR1000RR
+8 voltas  
14 94 DAVID CHECA
NICCOLÒ CANEPA
LUCAS MAHIAS
ESP
ITA
FRA
GMT94-YAMAHA
YZF-R1
+8 voltas  
15 8 HORST SAIGER
MICHAEL SAVARY
GIANLUCA VIZZIELLO
AUT
SUI
ITA
TEAM BOLLIGER
KAWASAKI ZX-10R
+9 voltas  

PADDOCK GP #39 DEBATE F1 E MOTOGP COM CONVIDADO ALEX BARROS

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube