Espargaró dispara contra formato atual de treinos da MotoGP: “Nenhum piloto gosta”

Aleix Espargaró usou seu desempenho na classificação do GP de Portugal para criticar a configuração de sessões da MotoGP em 2024. O espanhol da Aprilia destacou, porém, que não pode fazer nada porque o campeonato "é da Dorna"

A MotoGP introduziu uma grande mudança nos finais de semana no ano passado, com a chegada das corridas sprint e uma reorganização dos treinos na classe rainha do Mundial de Motovelocidade. A alteração gerou um aumento dos acidentes e das lesões, com reclamações dos pilotos — sendo Aleix Espargaró o mais ativo —, mas acabou mantido para 2024 pelo grande sucesso com os espectadores.

Atualmente, a MotoGP desenhou o fim de semana com um treino livre na sexta-feira, abrindo as atividades, e depois uma atividade durante a tarde que já define os dez pilotos que avançam diretamente para o Q2 da classificação. Enquanto isso, no sábado, 12 competidores lutam pelas duas vagas restantes na fase decisiva da qualificação.

Relacionadas


Em Portimão, Espargaró foi o terceiro colocado no Q1, não avançou de fase e ficou com a 13ª posição no grid. Mesmo assim, sua volta seria suficiente para o nono lugar no Q2 do treino. Por isso, o espanhol da Aprilia reclamou do formato atual da MotoGP.

“Não gosto do formato. Você precisa fazer uma classificação no treino [de sexta-feira] para estar no top-10. Acho que nenhum piloto da MotoGP gosta. Posso dizer isso porque na Comissão de Segurança ninguém gosta, mas acho que é bom para o espetáculo e precisamos nos adaptar”, afirmou.

Aleix Espargaró criticou o formato do fim de semana da MotoGP (Foto: Aprilia)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

“A classificação é muito importante, pode comprometer muito sua corrida. Se você é capaz de colocar a moto na primeira fila do grid, sua corrida sprint precisa ser bem ruim para não terminar no top-5. É assim que funciona”, acrescentou o piloto da Aprilia.

“Nós damos nossa opinião, mas é o campeonato da Dorna, não dos pilotos. Precisamos seguir as regras e a realidade é que você colocar dois pneus macios na tarde de sexta-feira é legal para o show e para as pessoas assistindo. Então, sim, [a classificação] pode comprometer muito do fim de semana, é importante demais”, completou.

Aleix Espargaró é o sétimo colocado no campeonato após as duas primeiras etapas do ano. No Catar, o espanhol fez pódio na corrida sprint, mas terminou a principal em oitavo. Em Portugal, com dificuldades, ficou na oitava colocação nas duas provas do fim de semana.

MotoGP volta à pista entre os dias 12 e 14 de abril, para o GP das Américas, em Austin, terceira etapa do campeonato de 2024. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.