Álex Márquez rejeita rotular pódio como resposta aos críticos: “Sei por que estou aqui”

Irmão de Marc Márquez considerou que as críticas são boas para das motivação e reconheceu que a performance apresentada até agora não é a esperada

Álex Márquez descartou rotular o segundo lugar no GP da França de MotoGP como uma resposta aos críticos. O espanhol reconheceu que a performance exibida até aqui não é a esperada, mas ressaltou que é bicampeão mundial e fez por merecer uma vaga no time de fábrica da Honda.

Irmão de Marc, Álex foi contratado pela fábrica da asa dourada para substituir Jorge Lorenzo, que decidiu se aposentar no fim do ano passado, na metade de um contrato de dois anos com a HRC, a divisão esportiva da marca. Antes mesmo da abertura da temporada 2020, porém, o caçula dos Márquez foi rebaixado para a satélite LCR em 2021, dando lugar a Pol Espargaró no time de fábrica.

Campeão da Moto3 em 2014 e da Moto2 em 2019, Álex tem como melhor resultado em pista seca neste ano um sétimo lugar no GP da Emília-Romanha e da Riviera de Rimini. A classificação, contudo, tem sido ponto mais baixo, com o melhor resultado sendo um 16º lugar no grid do GP da Estíria. Na corrida de Le Mans, apesar do pódio, o piloto da Honda #73 largou apenas em 18º.

Álex Márquez conquistou em Le Mans o primeiro pódio na MotoGP (Foto: Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Após a corrida no circuito Bugatti, Álex negou que o resultado seja um resposta aos que criticaram a estreia na MotoGP pelo time de fábrica da Honda, mas reconheceu que também não está satisfeito com a própria performance.

“No fim, eu sei por que estou aqui e por que estou vestindo essas cores. Eu sou duas vezes campeão mundial, sei por que fui promovido à Repsol Honda”, disse Álex. “Foi uma situação estranha, pois Lorenzo disse que se aposentaria na última corrida e foi difícil para o time tomar uma decisão. Eles confiaram em mim. Eu sei o motivo de estar aqui”, insistiu.

“As críticas às vezes são boas, pois você tem mais motivação, te dão combustível para seguir trabalhando e para sempre confiar em si mesmo. Eu concordo com muitas das críticas que recebi neste ano, pois a performance não é o que esperávamos, especialmente na classificação, onde não sou rápido como gostaria, mas não me importo. Sei por que estou aqui”, assegurou.

Ainda, o piloto de 24 anos relatou que foi aconselhado pelo irmão antes da corrida e que já tinha tido a oportunidade de conversar com o hexacampeão, que segue em recuperação após fraturar o braço direito em um acidente no GP da Espanha.

“Ele me aconselhou ao longo do fim de semana sobre como controlar os pneus no frio e tudo mais, mas não em relação à chuva, pois ninguém, ou quase ninguém, esperava chuva na corrida. Ele sempre me diz para tentar curtir, diz que essa é a chave para ser rápido. Eu curti hoje, curti muito a corrida e cada ultrapassagem que fiz”, afirmou Álex. “Já falei com ele, liguei quando estava falando com as TVs e ele também estava muito feliz. Foi um bom dia para a equipe Repsol Honda. Ele certamente também está muito feliz pela equipe, pois sabe que a HRC precisava deste tipo de resultado. Como eu disse, é só um pódio no molhado. Precisamos construir, melhorar a cada dia para fazer isso no seco, o que é mais difícil, já que todo mundo é muito rápido”, encerrou.

LEIA TAMBÉM
Parceiros de rejeição precoce, Petrucci e Álex Márquez vão à desforra em Le Mans

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube