Rins passa por cirurgia no braço e já fala em retorno às pistas no GP da Alemanha

Ausente do GP da Catalunha após um acidente de bicicleta, Álex Rins passou por um procedimento cirúrgico no braço e mostrou otimismo para retornar ao grid da MotoGP na próxima etapa, daqui a duas semanas, na Alemanha

MotoGP preparou vídeo com imagens da carreira em tributo a Jason Dupasquier (Vídeo: MotoGP)

Álex Rins está fora do GP do Catalunha após um acidente andando de bicicleta na última quinta-feira (3). O piloto da Suzuki fraturou o braço direito e precisou passar por uma cirurgia Hospital Universitário Dexeus, em Barcelona. Nesta sexta-feira (4), após os primeiros treinos livres, a montadora japonesa divulgou um comunicado sobre o estado de saúde do espanhol.

Dr. Xavier Mir, chefe do hospital e responsável pelo procedimento cirúrgico, comentou sobre o tratamento do piloto e a expectativa de retorno para o grid da MotoGP.

“Hoje, Álex Rins passou por uma cirurgia de fixação minimamente invasiva com parafusos. Se não tiver complicações, acho que será capaz de começar a recuperação funcional na próxima segunda e não podemos descartar a possibilidade de competir daqui duas semanas, em Sachsenring [na Alemanha]”, disse o médico.

Álex Rins caiu de bicicleta antes da etapa em Barcelona (Foto: Divulgação/MotoGP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Ausente da corrida em casa, Mir se desculpou com a Suzuki por ficar de fora da etapa deste fim de semana e ainda comentou sobre o início do tratamento, previsto para a próxima semana. O espanhol também falou sobre retornar para o grid na Alemanha.

“A operação foi boa e já estou pensando na minha recuperação e em retornar 100% o mais rápido possível. A situação toda me deixou com uma sensação ruim e queria me desculpar com o time por não ser capaz de competir neste fim de semana. No ano passado, tievemos um grande resultado [no GP da Catalunha], com as duas motos no pódio e é uma pena que não podemos tentar o mesmo neste ano”, afirmou.

“A operação de hoje, com sorte, significa o menor caminho possível de recuperação e foi por isso que optamos pela realização. Vou fazer meu melhor para retornar no GP da Alemanha. Obrigado a todos pelas mensagens de apoio”, finalizou.

MotoGP volta às pistas no próximo dia 6 de junho para o GP da Catalunha. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

LEIA TAMBÉM
⇝ Itália contrasta melhor e pior do esporte e evidencia força extraordinária de pilotos
⇝ Rins abusa de quedas em momentos cruciais e sai da briga pelo título da MotoGP
⇝ Vale tudo no amor e na guerra? Tática de Marc Márquez causa polêmica na Itália

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar