Aprilia brinca com irritação de Martín e dispara: “Pode andar mais rápido em 2025”

Massimo Rivola, chefe da Aprilia na MotoGP, fez graça com uma possível irritação de Jorge Martín com a agora rival Ducati e reiterou a felicidade por acertar com o atual líder da MotoGP 2025

A semana começou com uma bomba de grandes proporções na MotoGP: o acordo oficial de Jorge Martín com a Aprilia, após a porta se fechar abruptamente na equipe oficial da Ducati. Ao menos pelos lados da Aprilia, a decisão foi extremamente comemorada. A equipe prefere acreditar que o sentimento preponderante de Martín no momento é alegria pela nova história, não irritação com a Ducati pelo descarte. Mas se for irritação também não há problema.

Quem falou sobre o assunto foi Massimo Rivola, chefe da Aprilia e grande artífice do negócio.

“É uma pergunta que temos de fazer a Jorge. Só posso dizer que estou muito feliz que ele aceitou e, se estiver irritado, pode até ir um décimo mais rápido ano que vem”, brincou.

“O que dá para falar mesmo é que Jorge está muito feliz, muito mesmo. Talvez na cabeça dele não estivesse claro que tinha de tomar uma decisão, mas tomou. Vi Jorge feliz e Aleix [Espargaró] animado em recebê-lo. Foi um momento em que Jorge tomou a decisão e tirou um peso dos ombros. Prefiro pensar que Jorge tomou a decisão e está feliz com isso [em vez de irritado com a Ducati]”, continuou.

Jorge Martín assinou com a Aprilia para a próxima temporada (Foto: Aprilia)

De acordo com o chefão da Aprilia, contar com o atual líder da MotoGP livre no mercado era simplesmente uma chance imperdível.

“A verdade é que eu não imaginava que um piloto como Jorge ficaria livre no mercado. Quando comecei a ver o que a Ducati estava fazendo e a possibilidade que se abriu, tomamos [a decisão] imediatamente”, contou.

O trabalho para contratar Martín começou há poucos dias, porém. Rivola afirma que explorou a possibilidade quando ficou claro que Aleix Espargaró deixaria o grid no fim do ano.

“Quando Aleix nos disse, em Barcelona, que ia se aposentar no fim do ano, começamos a nos interessar pela possibilidade. Certamente minha movimentação motivou outros a que se decidam, uma vez que inicialmente disseram que fariam anúncio em Mugello, depois que não iam mais”, declarou.

E Maverick Viñales, fica ou vai? (Foto: AFP)

“Buscamos nos adaptar à decisão de Aleix, que queria anunciar [a aposentadoria] na Itália inicialmente, mas quis, no fim das contas, fazer o anúncio em casa. E tivemos sorte, porque esse adiantamento de uma semana nos permitiu a conversar com Jorge. Vê-lo tão motivado e feliz por assinar conosco também nos deixa contentes”, reiterou.

Na outra vaga da equipe, há incerteza. O contrato de Maverick Viñales termina no fim de 2024 e um novo acordo ainda não é claro.

“Considero Maverick um piloto de ponta, e contar com dois deste nível, para mim, formaria a melhor dupla do Mundial. Mas nem sempre dá para ter o que queremos. Hoje, tivemos a oportunidade de fechar com Martín e aproveitamos imediatamente, rapidamente e com determinação. Foi o contrato mais rápido da história”, afirmou.

“Certamente, dentro todas as ofertas que Jorge teve, a nossa, ainda que bem respeitável, não foi a maior, mas a qualidade da equipe e o trabalho que estamos fazendo e o que Aleix disse para ele terminou por convencê-lo”, finalizou.

MotoGP volta a acelerar entre 28 de 30 de junho para o GP dos Países Baixos, em Assen, com a 8ª etapa da temporada 2024. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

BOMBA! ALPINE DEMITE OCON NA F1 + MARC MARQUEZ DÁ ULTIMATO NA DUCATI NA MOTOGP | Paddock GP #374
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.