Aprilia encerra mistério e confirma Martín como substituto de Espargaró na MotoGP 2025

Jorge Martín finalmente ganhou uma nova casa para a MotoGP 2025, mas não a que todos esperavam. O espanhol foi rejeitado novamente pela Ducati e assinou com a Aprilia para o próximo ano, na vaga deixada pelo amigo Aleix Espargaró

O mistério finalmente acabou na Aprilia. A montadora italiana aproveitou o dia parado de testes em Mugello para anunciar Jorge Martín como substituto de Aleix Espargaró, que vai se aposentar, para a temporada 2025 da MotoGP.

Em comunicado, a Aprilia afirmou que Martín é “o piloto ideal” para garantir a continuidade do projeto da marca de Noale após o anúncio de aposentaria de Espargaró. O espanhol assinou um contrato multianual, mas a duração exata não foi divulgada.

“Um caminho de imparável crescimento, Jorge é uma peça para alcançarmos o objetivo que cobiçamos com muita vontade na Aprilia. Obrigado ao Dr. Michele Colaninno [CEO do Grupo Piaggio, que comanda a marca] por essa oportunidade, falamos na noite passada e não perdemos tempo com essa decisão”, disse Massimo Rivola, diretor-executivo da montadora.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Jorge Martín e o diretor Massimo Rivola em Mugello (Foto: Aprilia)

Na última semana, a Ducati adiou o anúncio oficial do segundo piloto, que agora deve acontecer entre as etapas de Mugello Assen, mas, de acordo com o jornal italiano La Gazzetta dello Sporto martelo já tinha sido batidoJorge Martín será o companheiro de Francesco Bagnaia a partir da temporada 2025 da MotoGP. A montadora italiana, porém, jogou uma segunda bomba e mudou o rumo apenas alguns dias depois.

A decisão do time de Bolonha visava proteger o talentoso espanhol e, assim, colocar Marc Márquez em uma moto de fábrica na Pramac, equipe satélite da Ducati. Questionado sobre a chance de seguir em um time independente, o hexacampeão da MotoGP foi enfático na resposta: “Não é uma opção para mim“, disse às vésperas da etapa em Mugello. O #93 também possui proposta da KTM para correr na satélite Tech3 GasGas, mas as negociações estão paradas.

De acordo com o site Autosport, um dirigente da Ducati teria até cumprimentado e agradecido a paciência de Martín nos últimos anos até o acerto. Mas a recusa de Márquez à Pramac mudou o jogo e deixou os chefes da montadora desesperados, buscando alternativas.

A publicação ainda afirma que Martín tentou manter contatos com dirigentes da Ducati durante o fim de semana em Mugello, mas esses pediram para o piloto esperar até esta semana. Incomodado com a situação, decidiu seguir outro caminho e rever as propostas que possui de ApriliaHonda e até mesmo para seguir na Pramac — que ainda não decidiu se renova com a Ducati ou vira satélite da Yamaha.

Em recente entrevista ao site GPOneClaudio Domenicali, diretor-executivo da Ducati, despistou sobre o futuro da equipe de fábrica, mas ainda deu um indicativo de que situação não estava definida. “Não fazer bagunça é quase impossível, mas estamos tentanto. Agora, no entanto, não vamos falar de 2025”, pontuou.

MotoGP volta a acelerar entre 28 de 30 de junho para o GP dos Países Baixos, em Assen, com a 8ª etapa da temporada 2024. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.