Bezzecchi escapa e vence GP da Europa de Moto2. Lowes cai e abandona

Aproveitando a falta de sorte à sua frente, Marco Bezzecchi dominou a corrida em Valência para vencer pela segunda vez em 2020. Jorge Martín e Remy Gardner completaram o pódio no Ricardo Tormo

Marco Bezzecchi tratou de dominar o GP da Europa da Moto2. Neste domingo (8), no circuito Ricardo Tormo, o italiano aproveitou o tombo de Joe Roberts, assumiu a ponta e dali não saiu mais até a bandeira quadriculada.

Sem ser ameaçado pelos adversários ao longo da disputa, o competidor da VR46 cruzou a linha de chegada com mais de 1s de vantagem e alcançou o segundo triunfo do campeonato 2020. Jorge Martín ficou em segundo, o quinto pódio do ano. Remy Gardner completou o top-3 do dia.

Marco Bezzecchi vence a segunda em 2020 (Foto: VR46)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Entre os postulantes ao título, Sam Lowes foi quem levou o maior golpe na campanha. Quando estava nas posições do pódio, o inglês da Marc VDS cometeu um erro e acabou no chão, abandonando a prova e perdendo a liderança do campeonato.

Quem ficou foi Enea Bastianini. Cruzando a linha de chegada na quarta colocação, o competidor assumiu a primeira posição da classificação. Duas posições atrás, Luca Marini recebeu a bandeira quadriculada em sexto.

Saiba como foi o GP da Europa de Moto2:

Em um dia de sol em Valência, a possibilidade de chuva desapareceu como previsto, mas o frio ainda se fazia presente. Às vésperas da largada, os termômetros mediam 20°C, tanto no ambiente quando no asfalto. A velocidade do vento era de 3 km/h.

Quando as luzes se apagaram na reta do Ricardo Tormo, Xavi Vierge sustentou a liderança, com Roberts mantendo o segundo posto. Lowes, por outro lado, saiu mal e caiu para sexto ainda nos primeiros metros.

Roberts esperou só até a curva 4 antes de atacar Vierge e tomar a liderança, mas levou o troco e consolidou a ultrapassagem na curva 6, deixando o piloto da SRT para se defender da pressão de Bezzecchi.

Na volta 2, Roberts caiu na segunda curva, entregando a liderança para Bezzecchi. Gardner passou Vierge e era agora o segundo, seguido por Lowes e Martín. Luca Marini vinha em décimo.

Pouco depois, na curva 14, Hafizh Syahrin caiu e abandonou. Em seguida, foi Fabio Di Giannantonio quem encerrou mais cedo a participação após um tombo na curva 3.

Na volta 5, Lowes passou Vierge e assumiu a terceira colocação, já 1s atrás de Gardner, que mantinha contato com Bezzecchi, mas sem lançar um ataque direto.

Martín também conseguiu passar Vierge e assumiu o quarto posto. Na contramão do piloto da Red Bull KTM Ajo, Marini perdeu mais uma posição e caiu para 11º, atrás de Arón Canet.

Líder, Bezzecchi conseguiu abrir 0s375 de vantagem para Gardner, que já vinha pressionado por Lowes. Martín não estava muito atrás, acompanhado por Vierge, Enea Bastianini, Lorenzo Baldassarri e Héctor Garzó.

Mais atrás, Marini conseguiu passar Marcel Schrötter e assumir o décimo posto. O piloto da VR46 está com dores no tornozelo, que machucou em corrida, mas voltou a lesionar num incidente em uma sessão de treinos em Tavullia.

Na frente, Lowes tomou o segundo lugar, com Martín aproveitando para também passar Gardner. Enquanto isso, Bezzecchi escapou ainda mais, abrindo 0s614 de vantagem no comando da disputa valenciana.

Na volta 13, Arón Canet errou na 14, escapou da trajetória e caiu para 12º, atrás de Marini, Schrötter e Bulega. Nicolò, aliás, melhorou em seguida, passando Marcel.

Vivo na briga pelo título, Bastianini tomou a quinta colocação depois de muito pressionar, com Baldassarri aproveitando para também deixar Xavi para trás. O piloto da SRT, porém, insistiu, mas não só levou o troco como também foi superado por Garzó, caindo para oitavo. Marini era o nono, 2s4 atrás.

Na volta 16, um revés importante. Lowes caiu na curva 6, mas escapou de lesão. O britânico levantou correndo em busca da moto, mas apesar das muitas tentativas, não conseguiu botar a Kalex para funcionar.

Assim, Bezzecchi ficou com 0s5 de vantagem na liderança, com Martín e Gardner aparecendo nas posições de pódio. Bastianini estava mais de 2s atrás do top-3 e era pressionado por Baldassarri, que logo tomou a quarta colocação.

Sam Lowes abandonou já na reta final (Foto: Reprodução)

Com um ritmo forte, Marini cortou o atraso e passou a pressionar Vierge pelo sétimo lugar. O piloto da VR46 assumiu a posição pouco depois, mas já com 1s2 de atraso para Garzó, o sexto.

Com dois giros para o fim, Bastianini passou Baldassarri para recuperar o quarto posto. Na volta seguinte, Marini passou Garzó pelo sexto lugar. E foi assim que receberam a bandeirada.

LEIA TAMBÉM
+ Na Garagem: Lorenzo domina corrida em Valência e bate Rossi pelo tri da MotoGP
Yamaha registra novo caso de Covid-19 e isola cinco funcionários em Valência
Com Portugal, Indonésia e Rússia na reserva, MotoGP tem calendário provisório para 2021

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

Moto2 2020, GP da Europa, Valência, corrida

1M BEZZECHIVR46 Kalex40:06.441
2J MARTÍNRed Bull KTM Ajo+1.941
3R GARDNERSAG Kalex+3.553
4E BASTIANINIItaltrans Kalex+4.494
5L BALDASSARRIItaltrans Kalex+4.648
6L MARINIVR46 Kalex+5.142
7H GARZÓFlexbox Speed Up+5.224
8N BULEGAGresini Kalex+8.104
9X VIERGESRT Kalex+8.746
10J NAVARROSpeed UP+11.930
11A CANETAspar Speed Up+12.451
12T NAGASHIMARed Bull KTM Ajo+13.209
13M SCHROTTERIntact Kalex+13.585
14B BENDSNEYDERNTS RW Kalex+15.528
15S MANZIForward MV Agusta+19.284
16M RAMÍREZAmerican KTM+20.085
17E PONSGresini Kalex+21.512
18A IZDIHARTeam Asia KTM+22.965
19T LÜTHIIntact Kalex+24.769
20L DALLA PORTAItaltrans Kalex+34.173
21K DANIELSAG Kalex+44.355
22P BIESIEKIRSKINTS RW Kalex+59.450
 S LOWESMarc VDS KalexNC
 S CHANTRATeam Asia KTMNC
 S CORSIForward MV AgustaNC
 F DI GIANNANTONIOSpeed UPNC
 J ROBERTSAmerican KTMNC
 H SYAHRINAspar Speed UpNC

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube