Chefe da KTM cita “segurança e riscos” como motivos de substituição de Zarco

Mike Leitner aproveitou para explicar os motivos de substituir Johann Zarco no final da temporada 2019. O chefe da KTM explicou que não quer forçar o francês a se arriscar e correr perigos desnecessários ao pilotar uma moto em que não se sente confortável

Mike Leitner explicou os motivos de ter decidido substituir Johann Zarco para o final da temporada. O chefe da KTM apontou que não gostaria de fazer o francês correr riscos desnecessários ao pilotar uma moto que não se sente bem.
 
O relacionamento entre o piloto e a equipe terminou de forma surpreendente com o #5 quebrando o contrato e anunciando sua saída ao final da temporada. Entretanto, nesta semana, a fábrica austríaca anunciou a entrada de Mika Kallio para o restante de 2019.
 
Ao explicar os motivos de ter feito a troca com o campeonato ainda acontecendo, o dirigente explicou que pensou também do ponto de vista do competidor. “Começamos a trabalhar com Johann logo após Valência no ano passado, e desde o primeiro momento não conseguiu se sentir bem na nossa moto”, falou.
 
“Do ponto de vista técnico nós tentamos muitas coisas para dar-lhe uma sensação melhor. Tentamos muito e tivemos alguns sucessos, e então novamente não foi tão bom, enquanto que, por outro lado, Pol ia cada vez melhor. Também quando Dani [Pedrosa] chegou tentamos entender o que realmente faltava para Johann ir melhor em nossa moto”, seguiu.
Mike Leitner (Foto: Reprodução)

“E, para ser justo, Johann tentou melhorar e tentamos ajuda-lo. Então, em Spielberg, na tarde de sábado ele chegou até nós, Pit [Beirer] e eu, e nos disse claramente ‘não posso ficar duas temporadas com vocês porque não me sinto bem, não posso pilotar com meu estilo’. Quando um piloto te diz ‘não quero pilotar essa moto’, tem que pensar também na segurança do piloto e no perigo, pois os pilotos se arriscam bastante”, emendou.
 

“Com certeza a KTM não é a companhia que vai forçar um piloto a fazer algo em uma moto que talvez não goste.  Ele teve outra grande queda durante o warm-up em Misano, teve muita sorte em não se machucar. Então começa a pensar ‘essa é a maneira certa?’”, continuou.
 
“Quando já tinha decidido parar com o projeto, leva-lo para outras seis corridas para ir ao limite. Então decidimos que para o projeto e o futuro é melhor Mika. A decisão foi tomada muito rápida depois de Misano”, concluiu.

Andrea Dovizioso comentou sobre o caso de Zarco durante a coletiva de imprensa em Aragão. O titular da Ducati lamentou as dificuldades enfrentadas pelo francês, ressaltando o grande talento do adversário.

Paddockast #33
10 ANOS DE SECA BRASILEIRA NA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube