Chefe pede cautela, mas compara Acosta com Marc Márquez: “É um piloto diferente”

Com apenas 17 anos, o novato Pedro Acosta já conquistou três vitórias na Moto3 e lidera o campeonato. Por isso, está cotado para subir de classe no Mundial em 2022, mas o chefe Aki Ajo pediu um pouco de calma com a jovem promessa

MotoGP preparou vídeo com imagens da carreira em tributo a Jason Dupasquier (Vídeo: MotoGP)

Pedro Acosta é o grande destaque do Mundial de Motovelocidade na temporada 2021. O novato lidera a Moto3 com três vitórias — Doha, Portugal e Espanha — e chama a atenção pela ousadia diante de pilotos mais experientes. Com apenas 17 anos, o caminho deve ser o salto para a Moto2 já no próximo ano e quem diz isso é Aki Ajo, chefe do espanhol.

Em entrevista ao jornal As, às vésperas do GP da Catalunha, o dirigente que já comandou estrelas como Marc Márquez, Johann Zarco e Brad Binder comemorou o bom desempenho obtido até o momento nas classes menores do Mundial.

“Às vezes saem anos bons assim, mas ainda é muito cedo para acreditar que será assim durante a temporada toda, por isso precisamos seguir trabalhando”, disse Ajo. Questionado se lembrava de lembrava de um ano tão bom, citou 2016, quando venceu na Moto3 e na Moto2.

Pedro Acosta é o grande destaque do Mundial em 2021 (Foto: Red Bull KTM Ajo)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Ajo também destacou o talento de Acosta e o comparou a Marc Márquez. Foi na equipe do finlandês, em 2010, que o atual piloto da Honda conquistou o primeiro dos oito títulos que possui no Mundial, ao levar a 125cc daquele ano.

“É um piloto diferente, isso está claro, e tem algumas coisas de Marc Márquez, ainda que sejam diferentes. No que se parecem? Possuem uma capacidade de aprendizado rápido e intensa, mas é muito jovem e precisa esperar”, pontuou.

“É cedo para dizer que o Pedro vai subir para a Moto2 na próxima temporada. Tem que ir passo a passo, sem pressa”, finalizou. A equipe Ajo possui uma vaga aberta na Moto2 para 2022, pois Remy Gardner foi promovido para a MotoGP e vai correr na Tech3.


LEIA TAMBÉM

⇝ Itália contrasta melhor e pior do esporte e evidencia força extraordinária de pilotos
⇝ Rins abusa de quedas em momentos cruciais e sai da briga pelo título da MotoGP
⇝ Vale tudo no amor e na guerra? Tática de Marc Márquez causa polêmica na Itália

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar