Crutchlow nega erro em rebaixamento, mas diz que Álex Márquez merece Honda

Britânico considerou que a Honda agiu por instinto ao rebaixar o espanhol para a satélite LCR antes mesmo do início da temporada. Ainda assim, Cal avaliou que o campeão de 2019 da Moto2 não precisa se preocupar com a qualidade da equipe de Lucio Cecchinello

Cal Crutchlow acredita que Álex Márquez fez por merecer uma vaga no time de fábrica da Honda na MotoGP. O espanhol subiu no pódio nas últimas duas corridas da temporada 2020, um segundo lugar na chuva em Le Mans e, depois, o mesmo resultado, mas com pista seca em Aragão.

Antes mesmo do início da temporada 2020, a Honda decidiu estender o contrato com Álex, mas descê-lo para a equipe satélite, no lugar que hoje é do britânico. Assim, Pol Espargaró foi contratado para assumir a posição ao lado de Marc Márquez nos próximos dois anos.

Cal Crutchlow acredita que Álex Márquez não precisa se preocupar com mudança para LCR (Foto: LCR)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Falando à imprensa às vésperas do GP de Teruel, Crutchlow avaliou que o piloto de Cervera fez por merecer a vaga no time principal, mas negou que a Honda tenha cometido um erro no início do ano.

“Na época, a Honda agiu por instinto, pelo que sabia de Álex. Não acho que tenha sido uma decisão equivocada, mas, claro, é evidente que Álex fez por merecer ficar na equipe Repsol”, avaliou Cal.

Ainda assim, Cal destacou que, apesar da diferença de orçamento, a escuderia de Lucio Cecchinello é boa o bastante, ainda mais contando com o apoio da HRC, a divisão esportiva da marca da asa dourada.

“Álex tem contrato com a Honda e vai contar com uma moto de fábrica”, lembrou. “Esta é uma equipe muito boa, e acho que ele vai se sair bem com qualquer estrutura que contar”, seguiu.

“Evidentemente, existe uma diferença em termos de recursos, mas não acho que ele deva se preocupar”, concluiu.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de Teruel, 12ª etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

LEIA TAMBÉM
Da rejeição ao conto de fadas: Álex Márquez cala críticos e mostra a que veio na MotoGP
FIM precisa de penas mais duras se quiser recuperar controle dos pilotos da Moto3
Morreu e foi substituída? Como Yamaha perde desempenho fácil e fracassa em Aragão
Contágio de Rossi e mais casos de Covid-19: como alerta vermelho já soa na MotoGP

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube