Di Giannantonio ponteia primeiros treinos livres do GP de Aragão da Moto2

O italiano da Speed Up anotou 1min52s748 no segundo treino livre para pontear a tabela das atividades da sexta-feira. Marco Bezzecchi e Sam Lowes fecharam o top-3

Fabio Di Giannantonio tratou de comandar o primeiro dia de treinos da Moto2. Nesta sexta-feira (16), o italiano anotou 1min52s748 nas atividades combinadas para terminar a abertura do final de semana como o mais rápido.

O piloto da Speed Up tratou de melhorar seu tempo na parte final do segundo treino, quando cravou a marca na 11ª das 16 voltas completadas. Apenas 0s045 mais lento, Marco Bezzecchi foi o segundo, com Sam Lowes fechando o top-3.

Luca Marini começou bem o fim de semana do GP de Aragão. Atual líder da classificação, o competidor da VR46 fez 1min53s048, ficou 0s300 acima do ponteiro e terminou a sexta-feira como o quinto mais veloz do pelotão.

Di Giannantonio foi o mais rápido dos primeiros treinos (Foto: Reprodução)

Sam Lowes foi o primeiro piloto a se colocar na tabela de tempos, mas o inglês logo foi superado por Bo Bendsneyder, que anotou 1min56s069. Jorge Martín e Enea Bastianini vinham logo na sequência.

Com metade da sessão cumprida sem maiores problemas, Lowes tratou de voltar para o primeiro posto ao fazer 1min53s391. Único piloto na casa de 1min53s, era 0s898 mais rápido que Fabio Di Giannantonio, o segundo. Neste ponto, os pilotos estavam nos boxes.

Em uma atividade tranquila na manhã da sexta-feira em solo espanhol, o piloto da Marc VDS não foi batido na metade final. Quem tratou de melhorar sua marca foi Marcel Schrötter, que ficou apenas 0s052 de alcançar o tempo do primeiro colocado. Di Giannantonio foi terceiro, com o líder Luca Marini e Navarro completando o top-5.

A parte da tarde em Aragão começou da mesma maneira que o treino da manhã, com Lowes na ponta. Entretanto, o piloto logo foi superado por Bezzecchi, que virou 1min53s299. Logo atrás do italiano vinha Di Giannantonio, com Remy Gardner completando o top-3.

Com metade da distância percorrida, grande parte do pelotão estava nos boxes. No combinado das duas atividades da parte da manhã, todos os competidores do top-5 melhoraram suas marcas no TL2. Neste ponto, Marini foi quem mais rodou com 11 voltas feitas.

O treino aconteceu sem grandes problemas, apenas algumas quedas ao longo dos 40 minutos cronometrados. Lowes foi um dos pilotos no chão, assim como Kasma Daniel, Hector Harzó e Piotr Biesierkirsk.

Encerrado o primeiro dia de atividades da Moto2 em Aragão e com 1min52s748, foi Di Giannantonio quem se colocou como o mais rápido das atividades. Bezzecchi e Loes completaram os três mais rápidos da sexta-feira, com Marini sendo o quinto.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube