Ducati passa Honda e é fábrica com mais vitórias em um mesmo ano da classe rainha

Com a vitória de Fabio Di Giannantonio no GP do Catar de domingo (19), a Ducati chegou a 16 vitórias em uma mesma temporada, superando a Honda para estabelecer um novo recorde de triunfos de uma mesma montadora em uma única temporada da classe rainha do Mundial de Motovelocidade

A MotoGP tem uma nova recordista. Com a vitória de Fabio Di Giannantonio no GP do Catar de domingo (19), a Ducati é agora a fábrica que mais vitórias conquistou em uma única temporada da classe rainha do Mundial de Motovelocidade.

No GP da Malásia, a casa de Borgo Panigale tinha igualado o registro da Honda, que, em 1997 e 2003, venceu 15 corridas em um único campeonato. Agora, porém, a Ducati passou à frente e tomou a liderança isolada.

Relacionadas


Em 1997, ano em que foi campeã com Mick Doohan, a Honda venceu todas as 15 corridas do campeonato, 12 delas com o australiano. Alex Crivillé venceu outras duas a bordo da lendária NSR, enquanto Tadayuki Okada completou a conta.

Cinco anos depois, já com a RC211V, a Honda foi derrotada uma única vez ao longo das 16 etapas do ano — por Loris Capirossi no GP da Catalunha. Valentino Rossi, que foi campeão naquela temporada, triunfou em nove GPs, com Sete Gibernau subindo ao topo do pódio em quatro e Max Biaggi em dois.

Fabio Di Giannantonio deu a Ducati a 16ª vitória no ano (Foto: Divulgação/MotoGP)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

A Ducati, por sua vez, chega ao recorde de 16 vitórias em 2023 representada por cinco pilotos. Campeão vigente, Francesco Bagnaia acumula seis triunfos, contra quatro de Jorge Martín, três de Marco Bezzecchi, um de Johann Zarco, um de Enea Bastianini e um de Fabio Di Giannantonio.

Além disso, a casa de Borgo Panigale sofreu apenas três derrotas nas 19 corridas disputadas até aqui: uma para a Honda, com Álex Rins vencendo o GP das Américas, e duas para a Aprilia, com Aleix Espargaró no topo do pódio da Grã-Bretanha e da Catalunha.

Vale registrar, ainda, que Di Giannantonio é o sexto dos oito pilotos da Ducati a vencer na temporada 2023. As exceções são Álex Márquez — que triunfou apenas em sprint — e Luca Marini.

MotoGP volta a acelerar no fim de semana do dia 26 de novembro, com o GP da Comunidade Valenciana, no circuito de Valência, para a etapa que encerra a temporada 2023. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade.

Bagnaia e Martín criam rivalidade silenciosa nas últimas etapas da MotoGP 2023
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.