Ducati renova contrato e assegura permanência na MotoGP até temporada 2026

A casa de Bolonha foi a segunda fábrica a renovar com a Dorna, promotora do Mundial de Motovelocidade, por mais cinco temporadas. Antes, só a KTM tinha garantido a permanência

A Ducati se tornou a segunda equipe a assegurar presença na MotoGP até a temporada 2026. Antes, apenas a KTM tinha anunciado a assinatura de um novo contrato com a Dorna, a promotora do Mundial de Motovelocidade.

Nesta quarta-feira (20), o time de Bolonha comunicou que fechou um novo acordo para seguir na classe rainha entre 2022 e 2026. A Ducati estreou na MotoGP na temporada 2003 e soma um título do Mundial de Pilotos ― em 2007, com Casey Stoner ―, 160 pódios e 51 vitórias.

Carmelo Ezpeleta e Claudio Domenicali assinaram um novo contrato (Foto: Ducati)

LEIA TAMBÉM
+ Dois irmãos: os duelos familiares do esporte a motor

“As corridas sempre foram uma parte verdadeiramente fundamental da marca da Ducati e seguirá sendo no futuro”, disse Claudio Domenicali, diretor-executivo da casa de Borgo Panigale. “De fato, isso representa não só uma maneira de alimentar a paixão e o entusiasmo dos Ducatisti em todo o mundo, mas também um laboratório de pesquisa avançada onde os materiais mais sofisticados e o método de design mais inovadores são testados”, seguiu.

“É também um campo de treinamento onde jovens engenheiros crescem para fornecer aos nossos clientes motos de vanguarda em termos de tecnologia e emoção de uso, como a Superleggera V4 e a Multistrada V4 recentemente demonstraram”, apontou. “Nos dois casos, embora com inclinações diferentes, a experiência conquistada na MotoGP foi fundamental. Este novo acordo confirma que, embora nosso plano seja continuar a expandir nossa gama de produtos fora do mundo das motos esportivas, a pista e as motos de alta-performance seguem sendo um elemento central para a Ducati. Quero agradecer a Dorna Sports e, em particular, a Carlos Ezpeleta, pelo ótimo trabalho ao longo dos anos que fez da MotoGP uma plataforma de mídia verdadeiramente extraordinária”, completou.

Diretor-executivo da Dorna, Ezpeleta celebrou o acordo e destacou as jovens estrelas no elenco da Ducati para esta temporada.

“A Dorna Sports está orgulhosa de continuar a parceria com a Ducati e agradece a fabrica pela lealdade ao campeonato. Foi uma honra acompanhar a icônica fábrica italiana enquanto alcançavam marcos passados e estamos empolgamos em compartilhar este novo episódio da história deles com dois jovens brilhantes como Jack Miller e ‘Pecco’ Bagnaia”, comentou Ezpeleta. “O potencial e o talento deles, definitivamente serão um dos marcos da temporada 2021 que está para começar”, acrescentou.

Por fim, Gigi Dall’Igna, diretor-geral da Ducati Corse, comemorou o novo contrato e falou em brigar pelo título no campeonato deste ano.

“Estamos felizes em poder confirmar nossa participação na MotoGP até o fim de 2026. Nos últimos anos, a Desmosedici GP se mostrou uma das motos mais competitivas do grid, e o título do Mundial de Construtores de 2020 é uma prova disso”, comentou Dall’Igna. “Embora o regulamento deste ano não permita um significativo desenvolvimento técnico, vamos encarar a temporada 2021 com a mesma paixão e dedicação. A meta é lutar pelo título da MotoGP com nossos novos pilotos e preparar o terreno para nosso compromisso futuro com o campeonato”, concluiu.

Além de Miller e Bagnaia, a Ducati contará com Johann Zarco e Jorge Martín na Pramac, e Enea Bastianini e Luca Marini na Avintia.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube