Quartararo fica fora de teste e antecipa volta à França para passar por exames

Depois de sofrer com a síndrome compartimental no GP da Espanha, o titular da Yamaha não vai participar do teste coletivo desta segunda-feira (3) e voltará para a França para examinar o antebraço

Fabio Quartararo terminou a corrida em desespero (Vídeo: MotoGP)

Fabio Quartararo vai desfalcar a Yamaha no teste desta segunda-feira (3) em Jerez de la Frontera. O piloto de 21 anos antecipou o retorno à França para poder passar por exames após ser afetado pela síndrome compartimental durante o GP da Espanha.

Dono da pole, Fabio era favorito à vitória e chegou a liderar boa parte da corrida, mas foi descendo mais e mais na tabela quando sentiu os problemas físicos. Ao fim das 25 voltas, Quartararo recebeu a bandeirada em 13º, 18s907 atrás de Jack Miller, o vencedor.

Fabio Quartararo vai passar por exames para saber como tratar a síndrome compartimental (Foto: Yamaha)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Na manhã desta segunda-feira, a Yamaha confirmou a ausência do francês de Nice nas atividades na pista andaluz.

“Quartararo não vai participar do teste de hoje em Jerez. Depois do problema vivenciado na corrida de ontem, ele passará por um check-up médico”, anunciou a fábrica de Iwata pelo Twitter. “Vamos mantê-los atualizados”, completou.

Após a corrida, Fabio não soube dizer o que aconteceria a seguir. O francês se mostrou abalado com a situação e deixou claro que iria buscar uma solução.

“Não tenho a menor ideia [do que fazer], não consigo responder essa questão porque agora meu cérebro não está funcionando. Estou pensando em várias coisas. Já tenho algumas pessoas olhando isso, como meu empresário, meu melhor amigo, eles estão buscando as melhores opções. Com certeza algo será planejado, pois meu braço não está ok”, disse. “Aqui [em Jerez] eu nunca tive problemas na minha vida, mas tive neste ano. É algo que não entendo, mas ainda estou observando as opções. Meu cérebro esta cheio de pessoas me dizendo para ir a um lugar ou outro. No momento, estou perdido. Minha corrida em casa está chegando, quero estar em forma lá, é o mais importante para mim. Eu sei que a moto anda bem [na França] e que vou competir bem. Quero resolver esse problema o mais rápido possível, mas da melhor maneira”, finalizou.

Também conhecida como arm pump, a síndrome compartimental é resultado do aumento da pressão em uma determinada área do corpo, com a queda na perfusão sanguínea de músculos e órgãos. O problema é bastante frequente em pilotos de moto.

Esta, inclusive, não é a primeira vez que Fabio é afetado pelo problema. Em 2019, ano que estreou na classe rainha, o francês foi submetido a uma cirurgia para tratar o problema.

LEIA MAIS
⇝ Sorte sorri para Miller, que apazigua críticos e sai protagonista do GP do Espanha

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube