MotoGP

Fenati justifica lance contra Manzi e cobra mais rigor em punições: “Sempre os mesmos que incomodam”

Romano Fenati tentou justificar o lance contra Stefano Manzi no GP de San Marino neste domingo (9). O italiano afirmou que o adversário o tirou da pista diversas vezes, e que as punições precisam ser mais rigorosas para que casos assim não se repitam sempre

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
Romano Fenati decidiu se pronunciar sobre todo o ocorrido durante o GP de San Marino deste domingo (9). Em entrevista ao canal ‘Movistar’, o italiano afirmou que Stefano Manzi também fez movimentos bastante perigosos.
 
Na corrida em Misano, os dois pilotos protagonizaram um forte embate, com o #13 sendo empurrado para fora da pista algumas vezes. Para dar o troco, acionou o freio da moto do adversário quando estavam na reta oposta. Como consequência, foi desclassificado da disputa e recebeu duas corridas de suspensão.
Romano Fenati atacou Stefano Manzi em Misano (Foto: Reprodução)
"Digamos que primeiro houve um contato e fui tirado da pista. Ele estava na minha frente, eu estava me aproximando dele, e ele me tirou da pista pela segunda vez. Obviamente, não é justificável, mas deveria se afastar, pois são sempre os mesmos pilotos que incomodam e, para os pilotos que não fazem nada, eles acabam com sua corrida e isso não é justo", explicou.
 
"Minha reação não foi boa, é perigoso para ele, mas também para mim. Não é justificado, mas é preciso ver isso em perspectiva. Deram-me duas corridas de suspensão, mas também tem que penalizar o resto. A punição é recorrível, mas não me interessa isso. Sempre são os mesmos pilotos que fazem as mesmas coisas e isto deveria ser mais certo", continuou.
 
Os pilotos da MotoGP reprovaram fortemente a ação de Fenati. Andrea Dovizioso e Marc Márquez pediram punições mais expressivas, enquanto Cal Crutchlow não poupou as palavras e afirmou que o italiano não deveria mais correr.