Gardner bate Marini e é pole da Moto2 no GP de Portugal. Bastianini larga em 4º

Ao anotar 1min42s592 em seu último giro rápido, o australiano alcançou a segunda pole-position em 2020. Luca Marini e Fabio Di Giannantonio completam o top-3

Remy Gardner vai sair na frente na última etapa da temporada 2020 da Moto2. Na classificação do GP de Portugal deste sábado (20), o australiano anotou 1min42s592 para ficar com a última pole-position do ano.

O competidor da SAG surgiu no fim da sessão e em no último giro tratou de bater o tempo de Luca Marini. Com a posição de honra do grid, sai pela segunda vez no campeonato na ponta, a quarta primeira fila da temporada.

Remy Gardner apareceu no fim para ficar com pole (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Marini, que chegou a sentir o gosto da pole, vai sair em segundo após ser superado por 0s118. Quem completa a primeira fila de Portimão é Fabio Di Giannantonio, apenas 0s129 mais lento que o ponteiro.

Entre os demais postulantes ao título, Enea Bastianini é quem sai no quarto posto, enquanto Sam Lowes vem logo na sequência em quinto. Marco Bezzecchi foi o piloto que sofreu o maior revés ao alinhar apenas em 12º.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de Portugal, última etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

Bezzecchi vai ao Q2 com Bendsneyder, Martín e Bulega

A última classificação do ano no Mundial de Motovelocidade aconteceu com condições climáticas ideias. Quando os pilotos entraram na pista, os termômetros mediam 21°C, com o asfalto chegando a 27°C. A velocidade do vento era de 6 km/h.

Com 1min444s071, Nicolò Bulega começou a sessão no topo da tabela, com Dominique Aegerter, Marcel Schrötter e Jorge Martín formando o top-4. Bulega logo baixou para 1min43s370, mantendo o topo da tabela.

Martín logo tomou o comando, com 1min43s336, 0s003 melhor que Marco Bezzecchi. Bulega caiu para terceiro, com Schrötter aparecendo o último com passe provisório para a fase seguinte. Bo Bendsneyder vinha abaixo da linha de corte por só 0s510.

Já na reta final da sessão, Stefano Manzi pulou para a quarta colocação, 0s094 melhor que Schrötter.

Bezzecchi, então, foi a 1min43s032 e tomou a liderança, 0s248 melhor que Bendsneyder, o segundo. Martín caiu para terceiro, seguido por Bulega.

Com os 15 minutos de Q1 finalizados, ninguém conseguiu superar Bezzecchi, que passa para a fase seguinte com Bendsneyder, Martín e Bulega. Manzi vai largar em 19º, seguido por Lorenzo Dalla Porta, Shcrötter, Dominique Aegerter, Edgar Pons, Tom Lüthi, Simone Corsi, Andi Farid Izdihar, Somkiat Chantra, Hafizh Syahrin e Kasma Daniel.

Gardner faturou a pole em Portimão

Ainda nos primeiros minutos, Arón Canet caiu na saída da curva 8. O espanhol ficou no meio do traçado, em um ponto cego, por se tratar de uma descida, mas escapou de ser atingido pelos rivais.

Augusto Fernández começou a sessão na ponta da tabela, com 0s211 de margem para Bulega. Luca Marini logo foi a 1min43s027 e assumiu a liderança, 0s149 melhor que Nicolò.

Arón Canet levou um belo susto nesta tarde (Foto: Reprodução)

Vierge melhorou e se colocou a 0s003 do piloto da VR46, com Martín subindo para a terceira colocação, seguido por Di Giannantonio e Bulega.

Pouco depois, Fernández tomou a ponta, mas foi imediatamente superado por Lowes, que virou 0s112 melhor. Marini caiu para terceiro, à frente de Vierge e Jorge Navarro.

Marini respondeu rápido e saltou para o segundo posto, só 0s062 mais lento que Lowes. Fernández era o terceiro, seguido por Bulega e Garzó.

Luca não entregou os pontos, baixou para 1min42s710 e reassumiu a ponta, com Di Giannantonio aparecendo logo depois para passar Lowes pelo segundo lugar.

Com menos de um minuto para o fim, foi Remy Gardner quem apareceu. O australiano foi a 1min42s592 e assumiu a pole provisória, 0s118 melhor que Marini. Enea Bastianini também foi mais rápido, se instalando em quarto.

LEIA TAMBÉM:
Rins fica parado no fim do TL3 em Portimão e pede carona para voltar aos boxes
No volante de um Hyundai, Morbidelli estreia no WRC com participação no Rali de Monza

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube