GP às 10: Com seis vagas disponíveis, MotoGP se cerca de especulações para 2022

A MotoGP ainda possui seis vagas disponíveis para a próxima temporada, grandes nomes em busca de um espaço no grid e muita indefinição. É o assunto que Pedro Luis Cuenca discute no GP às 10 de hoje

A Peugeot apresentou seu novo hipercarro: eis o 9X8, que nasce sem asa traseira (Vídeo: Peugeot)

A MotoGP 2022 já está bem encaminhada, com quase todas as vagas ocupadas. Restam, no entanto, seis espaços livres. Com a saída de Maverick Viñales da Yamaha, no fim deste ano, o quebra-cabeças do Mundial de Motovelocidade ganhou novas peças, dramas e especulações.

Viñales deve ir mesmo para a Aprilia. Mas quem vai ocupar seu lugar na Yamaha? Rossi está próximo da aposentadoria, mas quem ocuparia seu lugar? A Tech3 vai mesmo apostar em uma dupla de estreantes vindos da Moto2?

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Os boatos são muitos e movimentam a MotoGP mesmo durante o período de férias e é sobre isso que Pedro Luis Cuenca fala no GP às 10 de hoje.

LEIA TAMBÉM
⇝ Yamaha precisa de solução caseira e eficiente para vaga de Viñales em 2022: Morbidelli

 Razgatlioglu e Gerloff largam na frente por vaga na SRT. Mas estão prontos para MotoGP?

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar