Honda prioriza recuperação e descarta “ficar contando os dias” para volta de Marc Márquez

Chefe da Honda, Alberto Puig lembrou do contrato até 2024 e afirmou que a fábrica não está pensando no tempo que Marc Márquez vai precisar para se recuperar. Dirigente considerou que o #93 vai fazer tudo que puder para acelerar a recuperação

Alberto Puig garantiu que a Honda não vai ficar contando os dias para a volta de Marc Márquez. O dirigente destacou que a prioridade é que #93 se recupere integralmente para voltar à MotoGP.

No último domingo (19), Marc sofreu uma queda na saída da curva 3 já na parte final do GP da Espanha e acabou com uma fratura no úmero direito. O piloto de Cervera foi operado na terça-feira, mas ainda não tem prazo para voltar ao Mundial. Inicialmente, os médicos se preocupavam com o estado do nervo radial, mas não identificaram lesões.

Falando ao site oficial da MotoGP, o chefe da Honda se mostrou satisfeito com o trabalho conduzido pelo Dr. Xavier Mir no Hospital Universitário Dexeus.

Alberto Puig comanda a Honda desde a saída de Livio Suppo (Foto: Repsol)
Paddockast #70 | O QUE ESPERAR DA MOTOGP 2020?
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

“Marc passou por uma cirurgia, em Barcelona, com o Dr. Mir e toda sua equipe e a operação foi boa. O médico está feliz. Eles colocaram uma placa, uma grande placa, com muitos parafusos, então a fixação da fratura está completamente estabilizada”, relatou Puig. “Ficamos muito felizes com essa notícia. Estamos confiantes e entendemos que isso vai levar tempo, mas ficamos felizes com as notícias dos médicos nesta manhã”, frisou.

Ainda, o dirigente reforçou que a Honda não vai pressionar por uma volta acelerada, já que quer que Marc se recupere bem da lesão. O hexacampeão da MotoGP tem contrato com o time até 2024.

“A história do nervo é algo de que as pessoas estão falando, mas, felizmente, o nervo está ok, não foi danificado. Os médicos conseguiram fazer a cirurgia sem mexer com o nervo, o que, claro, é muito importante”, apontou. “Mas, para ser sincero, neste momento, do lado da Honda, da HRC, não estamos pensando no tempo. Nós temos uma longa relação e um longo período para estarmos juntos com Marc e o que nós queremos, claro, é a segurança do piloto em primeiro lugar. Queremos que ele esteja forte e em forma para garantir os próximos anos e que ele possa estar pronto para correr em seu nível máximo”, continuou.

“É claro que Marc vai tentar voltar o mais cedo possível, mas, do nosso ponto de vista, da nossa mentalidade, nós temos muito respeito por esse cara, por todos os nossos pilotos, mas, em especial, queremos que Marc entenda que a cura dele é muito importante para nós e para ele, e é por isso que não vamos ficar contando os dias para ver quando ele vai voltar”, concluiu.

A Honda optou por não substituir o mais velho dos Márquez no GP da Andaluzia deste fim de semana. Assim, Álex Márquez será o único representante do time apoaido pela Repsol. Também operado na terça-feira após uma fratura no escafóide, Cal Crutchlow vai tentar conseguir liberação médica para competir em Jerez de la Frontera.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube