Imprensa francesa destaca ineditismo e precocidade do triunfo de Quartararo

Jornais como L’Equipe, Le Monde, Le Parisien e Le Figaro noticiaram a conquista do piloto da Yamaha e frisaram o fato de ele ser o primeiro francês a alcançar o título máximo do motociclismo de velocidade

Fabio Quartararo celebrou primeiro título mundial da carreira em Misano (Vídeo: MotoGP)

Fabio Quartararo ganhou as páginas dos jornais franceses, que celebraram o ineditismo da conquista do piloto de 22 anos na MotoGP. No domingo (24), o titular da Yamaha não deixou passar o primeiro match-point e, com um quarto lugar no GP do Feito na Itália e da Emília-Romanha, aproveitou o abandono de Francesco Bagnaia para fechar o campeonato de 2021.

O jornal francês L’Equipe deu a capa a Quartararo e lembrou o ineditismo do feito. “Para sempre o primeiro”, estampou. “Fabio Quartararo, de 22 anos, foi ontem o primeiro campeão mundial francês na categoria rainha. Uma conquista histórica para o esporte francês”, seguiu.

LEIA TAMBÉM
Quartararo renasce após derrota dolorida e conquista merecido título na MotoGP 2021
Quartararo justifica aposta e tira Yamaha da fila após cinco anos de jejum na MotoGP

Fabio Quartararo voltou a ser manchete na capa do L’Equipe (Foto: Reprodução)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

No site, o jornalista Romain Donneux afirmou que Fabio “manteve a promessa” de ser o primeiro francês campeão.

“Anunciado como um craque desde jovem, Fabio Quartararo já queimou várias etapas, ocasionalmente danificando suas asas, antes de alinhar tudo para realizar ‘seu sonho’. Domingo, em Misano (Itália), tornou-se o primeiro francês campeão mundial de MotoGP”, escreveu Donneux.

Na página da internet, o Le Monde também destacou o fato de Fabio ter sido o primeiro entre os franceses a vencer a MotoGP. “’El Diablo’ conquistou o título de maior prestígio nas motos de velocidade”, disse Jérôme Porier, enviado especial da publicação a Misano.

O jornalista relembrou, ainda, que Quartararo derrubou um domínio de italianos e espanhóis na elite do motociclismo.

“O caso parecia encerrado. Por duas décadas, a categoria MotoGP, principal disciplina das motocicletas de velocidade, tornou uma reserva privada. Italianos, primeiro. Espanhóis, então. Mas esse domínio acabou. E foi um francês de 22 anos que o derrubou”, escreveu Porier.

O Le Parisien afirmou que a conquista na MotoGP coloca “Quartararo no panteão do esporte a motor francês”. “Fabio Quartararo marcou o esporte francês pela sua precocidade. Mesmo diante dos maiores pilotos tricolores da história”, continua o texto.

“O talento, a precocidade e então a coroação. Fabio Quartararo escreveu uma das mais belas páginas da história do esporte a motor francês”, afirmou Maxime Ducher em texto publicado no domingo. “Enquanto as categorias de automóveis tiveram seu quinhão de campeões nos escalões superiores de várias disciplinas, ‘El Diablo’ não é outro senão o primeiro campeão mundial da classe rainha em motocicletas de velocidade, a MotoGP”, apontou.

O jornal lembra, ainda, que Quartararo foi muito mais precoce do que outros franceses vencedores no esporte a motor.

“O primeiro grande nome a brilhar foi Alain Prost, com quatro coroações na Fórmula 1 (1985, 1986, 1989 e 1993). Ele continua até hoje como o único campeão mundial francês em seu esporte, mas demorou oito anos mais do que Fabio Quartararo para erguer seu primeiro troféu”, apontou Ducher. “No WRC, a referência do off-road, Sébastien Loeb (nove títulos consecutivos) e Sébastien Ogier (sete títulos) passaram a tocha para dominar em todos os aspectos as décadas 2000 e 2010. E, mais uma vez, ambos esperaram chegar aos 30 para vencer no mais alto nível”, destacou.

No Le Figaro, Cédric Callier escreveu “o dia de glória chegou”, citando as lágrimas e a imensa felicidade de Quartararo após a bandeirada em Misano.

A MotoGP volta às pistas no próximo dia 7 de novembro para o GP do Algarve, em Portimão. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

ADEUS DE ROSSI E TRIBUTO A SIMONCELLI: MOTOGP TRANSBORDA EMOÇÃO EM MISANO | GP às 10
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar