Masià aparece no fim, bate Garcia por 0s09 e crava pole para GP de Doha de Moto3

Jaume Masià novamente mostrou força no veloz circuito de Losail, superou o rival Sergio García nos segundos finais da classificação e garantiu a pole na Moto3. Jeremy Alcoba e Gabriel Rodrigo fecham a primeira fila

Assista aos melhores momentos do GP do Catar de MotoGP (Vídeo: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Jaume Masià continua impossível no circuito de Losail, no Catar. Depois da vitória no último domingo, na abertura da temporada, o espanhol marcou a pole para o GP de Doha, segunda etapa do campeonato em 2021. Com o tempo de 2min05s913, o piloto da Ajo Motorsport superou Sergio García nos segundos finais da sessão para garantir o topo da classificação. O rival da Aspar, apesar do bom treino, foi punido pelos comissários da FIM e vai largar dos boxes. Com isso, Jeremy Alcoba e Gabriel Rodrigo fecham a primeira fila.

Tatsuki Suzuki ficou em quinto, com Andrea Migno, Darryn Binder, John McPhee, Izan Guevara, Jason Dupasquier e Niccolò Antonelli fechando o top-10. Pedro Acosta, que ficou em nono lugar, também foi penalizado durante os treinos livres e parte no fim do grid.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Sergio García também mostrou força na classificação (Foto: Aspar)

Pedro Acosta, Romano Fenati, Dennis Foggia, Sergio Garcia, Stefano Nepa, Deniz Öncü e Riccardo Rossi foram punidos pela FIM (Federação Internacional de Motociclismo) e terão de largar do pit-lane no GP de Doha.

O GP de Doha é o segundo da temporada 2021 da MotoGP. Na programação do domingo, há um warm up de 20 minutos às 9h40 e a corrida às 14h. Todos os horários são de Brasília, GMT -3. GRANDE PRÊMIO cobre tudo aqui.

VEJA TAMBÉM
Fatos e curiosidades do GP de Doha da MotoGP (sem Marc Márquez)

Migno sobra e vai ao Q2 com Foggia, Artigas e Dupasquier

Com o sol já baixo em Losail, em temperatura baixou e era medida em 25°C no ambiente e 28°C no asfalto às vésperas da classificação da Moto3. O que não mudou em relação às atividades de mais cedo, porém, foi a força do vento, que soprava a 21 km/h.

Tão logo o cronômetro passou a contar os 15 minutos da primeira fase da classificação, os pilotos partiram todos para a pista em busca das quatro vagas restantes na fase final do treino.

Classificação da Moto3 começou com o vento soprando forte em Losail (Vídeo: MotoGP)

Andrea Migno foi o primeiro a aparecer no topo da tabela, à frente de Lorenzo Fellon, Filip Salac e Riccardo Rossi. O italiano da Snipers baixou para 2min06s925 e manteve a ponta, agora com 0s736 de margem para Salac. Quinto, Carlos Tatay vinha 0s017 atrás da linha de corte para a fase seguinte.

Ainda no início da sessão, Deniz Öncü caiu e teve de voltar para os boxes de carona. O turco na tinha registrado tempo e, com pouco mais de cinco minutos para o fim da sessão, acabaria mesmo com o último posto no grid.

Com folga, Migno se manteve sem problemas no topo da tabela, mas agora tinha Dennis Foggia em segundo, 0s109 atrás. Jason Dupasquier era o terceiro, seguido por Xavier Artigas. Salac estava 0s093 abaixo da linha de corte.

Artigas conseguiu baixar para 2min07s043 e assumiu o terceiro posto, 0s311 melhor que Dupasquier, que escorregou para a quarta colocação.

Deniz Öncü caiu no início do Q1 e acabou sem tempo em Doha (Vídeo: MotoGP)

Já com o relógio travado, ninguém conseguiu modificar as posições da ponta. Assim, Migno, Foggia, Artigas e Dupasquier avançaram ao Q2. Adrian Fernández saltou na volta final para ficar com o quinto tempo da sessão, seguido por Salac, Fellon, Ayumu Sasaki, Rossi, Tatay, Yuki Kunii, Maximilian Kofler e Andi Farid Izdihar. Öncü acabou a classificação sem tempo.

Masià dá bote na volta final e assegura pole no GP de Doha

Assim como aconteceu pouco antes, os pilotos não esperaram muito para sair para a pista em busca de tempo. Os minutos iniciais também viram um bom trabalho de equipe, com as duplas de SRT e Red Bull KTM Ajo atuando juntas para que um companheiro puxasse o outro.

Com 2min06s730, Andrea Migno foi o primeiro a ocupar o topo da tabela, 0s008 melhor que Sergio Garcia, o segundo colocado. Izan Guevara vinha em terceiro, escoltado por Niccolò Antonelli e Pedro Acosta.

Migno melhorou na sequência, chegando em 2min06s619 para abrir 0s119 de margem para Garcia na liderança. Guevara e Antonelli permaneceram nas posições, também com o mesmo tempo de volta.

A dois minutos do fim, os pilotos saíram para a pista em busca da melhor volta. Com a pista cheia, os tempos começaram a baixar.

Sergio García pegou a liderança após a bandeirada, mas rapidamente foi superado por Jaume Masià, com 2min05s913. No fim, ainda deu empo de Jeremy Alcoba pular para o terceiro lugar, seguido por Gabriel Rodrigo.

Depois de uma rodada do pit-stops, a volta à pista foi marcada por mais uma daquelas imagens questionáveis da Moto3: um pelotão de pilotos saindo lentamente para que pudessem encontrar um piloto mais rápido para usar como referência.

Jaume Masià garantiu a pole para o GP do Doha (Vídeo: MotoGP)

Com a bandeira quadriculada já sendo exibida no traçado da Península Árabe, Garcia baixou para 2min06s012 e tomou a ponta, mas foi imediatamente superado por Jaume Masià, que garantiu a posição de honra no grid por só 0s099.

Por conta da punição, Garcia vai para o pit-lane, com Jeremy Alcoba promovido ao segundo posto do grid, à frente de Gabriel Rodrigo e Tatsuki Suzuki.

GUIA MOTOGP 2021
⇝ MotoGP chega igual, mas diferente em campeonato condicionado por pandemia
⇝ Conheça quem são as equipes e pilotos para a temporada 2021 da MotoGP
⇝ Suzuki segue vida sem Brivio e tenta feito do bicampeonato na MotoGP em 2021
⇝ MotoGP volta com mistério: Marc Márquez retorna após três cirurgias? E como?
⇝ Honda aposta em encaixe de Pol Espargaró por encerramento de série de insucessos
⇝ Mir defende título da MotoGP para mostrar que conquista de 2020 não foi acaso
⇝ Quartararo precisará de regularidade e cabeça no lugar para substituir Rossi
⇝ Bastianini, Marini e Martín sobem para MotoGP com promessa de briga parelha
⇝ Yamaha rejuvenesce com Viñales e Quartararo e busca consistência na M1
⇝ Aos 42 anos, Rossi tem recomeço na MotoGP com SRT. Mas qual será o futuro?
⇝ Pol Espargaró tem chance da vida na MotoGP. Assustar Márquez é outra história
⇝ Equilíbrio também deve ser a marca nas categorias de apoio à MotoGP
⇝ Ducati faz mudanças arriscadas para deixar decepções de 2020 no passado
⇝ Aprilia ‘inventa’ Savadori e coloca tudo nas costas de Aleix Espargaró
⇝ VR46 dá primeiro passo na MotoGP ainda sem dizer se veio para ficar
⇝ Sucesso da Academia VR46, Morbidelli tenta aproveitar garagem com Rossi

Moto3 2021, GP de Doha, Losail, Classificação:

1J MASIÀLeopard Honda2:05.913 
2J ALCOBAGresini Honda2:06.158+0.245
3G RODRIGOGresini Honda2:06.346+0.433
4T SUZUKISIC58 Honda2:06.407+0.494
5A MIGNOVR46 KTM2:06.619+0.706
6D BINDERCIP KTM2:06.643+0.730
7J MCPHEESIC HONDA2:06.646+0.733
8I GUEVARAAspar KTM2:06.833+0.920
9J DUPASQUIERPrüstel KTM2:06.967+1.054
10N ANTONELLIAvintia KTM2:07.025+1.112
11K TOBARed Bull KTM Ajo2:07.108+1.195
12X ARTIGASLeopard Honda2:07.252+1.339
13R YAMANAKAEstrella Galicia 0,0 Honda2:07.429+1.516
14A FERNÁNDEZMAX Husqvarna2:07.541+1.628
15F SALACSnipers Honda2:07.661+1.748
16L FELLONSIC58 Honda2:07.759+1.846
17A SASAKIAvintia KTM2:07.948+2.035
18C TATAYTech3 KTM2:08.011+2.098
19Y KUNIIAsia Honda2:08.011+2.098
20M KOFLERCIP KTM2:08.233+2.320
21A FARID IZDIHARAsia Honda2:08.469+2.556
22S GARCIAAspar KTM2:06.012+0.099PIT
23P ACOSTARed Bull KTM Ajo2:06.158+0.245PIT
24R FENATIMAX Husqvarna2:07.145+1.232PIT
25S NEPAAspar KTM2:07.197+1.284PIT
26D FOGGIALeopard Honda2:07.498+1.585PIT
27R ROSSIRBA KTM2:07.994+2.081PIT
28D ÖNCÜTech3 KTMSem tempo PIT

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube