Lorenzo lidera dobradinha da Yamaha no primeiro treino da MotoGP em Losail. Melhor Honda, Pedrosa é sétimo

Campeão vigente, Jorge Lorenzo mostrou força na primeira sessão de treinos no Catar e ficou com a liderança. 0s267 mais lento, Valentino Rossi completou a dobradinha da Yamaha, com Andrea Iannone completando o top-3

A MotoGP abriu nesta quinta-feira (17) um ano cheio de mudanças, mas as novidades no regulamento não foram suficientes para mexer nos ponteiros. Com seu melhor giro em 1min55s440, Jorge Lorenzo conseguiu a liderança da primeira sessão de treinos livres, fechando o exercício com 0s267 de vantagem para Valentino Rossi.

 
Os trabalhos no Catar começaram com Jorge Lorenzo mostrando muita força e abrindo uma vasta margem em relação à concorrência. Aos poucos, os rivais foram se aproximando, com Rossi surgindo como o piloto que mais conseguiu cortar a vantagem.
Jorge Lorenzo foi o mais rápido nesta quinta (Foto: Yamaha)
Andrea Iannone passou boa parte da sessão com o segundo tempo, mas caiu para terceiro, 0s296 atrás do líder. Héctor Barberá ficou em quarto, com Maverick Viñales colocando a Suzuki na quinta colocação.
 
Lutando para manter sua vaga na Tech3, Pol Espargaró virou em 1min56s051 e ficou em sexto, 0s047 à frente de Dani Pedrosa, a melhor Honda.
 
Já 0s818 atrás de Lorenzo, Marc Márquez ficou em oitavo, com Andrea Dovizioso e Scott Redding completando o top-10.
 
Saiba como foi o primeiro treino da MotoGP no Catar:
 
Demorou, mas o grande dia enfim chegou. Com os holofotes do Catar, a MotoGP deu início à temporada 2016 com a primeira sessão de treinos livres em Losail. Quando os pilotos foram para a pista, os termômetros marcavam 25ºC, com a pista chegando aos 23ºC. A velocidade dos ventos estava em 8 km/h.
 
Quando as luzes se tornaram verdes no fim do pit-lane catari, Jack Miller foi o responsável por puxar a fila, com os demais pilotos saindo logo atrás. Em uma temporada de tantas novidades, os pilotos precisam aproveitar todo o tempo possível.
 
Com 1min58s741, Jorge Lorenzo foi o primeiro a aparecer no topo da tabela, 0s203 à frente de Aleix Espargaró. Marc Márquez vinha em terceiro, seguido por Andrea Iannone, Pol Espargaró, Andrea Dovizioso e Valentino Rossi.
 
Na sequência, Rossi baixou para 1min57s624 e tomou a liderança, mas logo viu Márquez virar 0s366 melhor e assumir o comando. Iannone era o terceiro, à frente de Viñales e Barberá.
 
Na passagem seguinte, Iannone saltou para o comando com um giro em 1min56s552, 0s226 melhor que Barberá, o segundo colocado. Márquez era agora o terceiro, à frente de Rossi, Viñales e Pedrosa. Instantes mais tarde, Lorenzo virou em 1min56s887 e subiu para terceiro.
 
Com pouco mais de dez minutos de sessão, os pilotos rumaram em direção aos boxes. Márquez tinha o comando com 1min56s315, 0s237 à frente de Iannone.
 
Antes de parar, entretanto, Lorenzo cravou 1min56s279 e tomou o comando, abrindo 0s036 de margem para Márquez. Iannone era o terceiro, com Pedrosa, Barberá, Viñales, Pol Espargaró, Rossi, Cal Crutchlow e Aleix Espargaró completando o top-10.

#GALERIA(5605)
 
Lorenzo permaneceu um pouco mais na pista e baixou seu tempo para 1min56s005, ampliando para 0s310 sua diferença em relação ao rival da Honda. Em uma YZR-M1 equipada com asas, Jorge seguiu rodando e melhorando, chegando a 1min56s005, e, depois, a 1min55s693.
 
Aos poucos, os pilotos foram voltando para a pista. Jorge, por sua vez, partiu para sua primeira parada. No retorno ao circuito, Márquez e Pedrosa também tinham asas colocadas na RC213V.
 
Com 1min55s736, Iannone saltou para o segundo posto, reduzindo para 0s043 a vantagem de Lorenzo. Barberá era o terceiro, seguido por Márquez, Dovizioso e Rossi.
 
Em seu nono giro, Rossi baixou para 1min56s353 e subiu para o quinto posto, à frente de Dovizioso, Pedrosa, Viñales e Pol Espargaró.
 
Instantes mais tarde, os pilotos partiram para uma nova parada. Lorenzo seguia no topo da tabela, à frente de Iannone, Barberá, Márquez, Rossi, Pedrosa, Dovizioso, Smith, Viñales e Pol Espargaró.
 
Restando menos de dez minutos para o fim, Pol Espargaró cravou 1min56s597 e assumiu o décimo posto, 0s904 atrás de Lorenzo, que seguia no topo. O piloto da Tech3 tinha 0s001 de atraso para Crutchlow, o nono.
 
Pouco depois, Rossi baixou para 1min55s806 e assumiu o terceiro lugar, 0s113 mais lento que o companheiro de Yamaha. Barberá tinha a quarta marca, à frente de Márquez e Pedrosa.
 
Em seguida, Viñales também melhorou seu tempo e assumiu o décimo posto, 0s841 mais lento que o ponteiro. Pedrosa também foi mais rápido e subiu para quinto, à frente de Pol Espargaró, que passou Márquez.
 
O #25 conseguiu uma nova melhora e assumiu a sétima colocação, com sua melhor volta em 1min56s301. 
 
Com pouco mais de dois minutos para o fim, Bradley Smith sofreu uma queda na curva 13, mas não se feriu. A pobre YZR-M1, por outro lado, ficou bastante arranhada. 
 
Em sua 14ª volta, Lorenzo acertou um giro em 1min55s515 e abriu 0s221 de margem para Iannone. Rossi seguia em terceiro, à frente de Barberá e Pedrosa.
 
Nos instantes finais, todos vinham em boas parciais. Rossi subiu para segundo, 0s192 atrás do #99, que melhorou pouco depois e abriu 0s267 para o companheiro de Yamaha. Iannone se colocou em terceiro, com Barberá e Viñales fechando o top-5.

MotoGP, Catar, Losail, 1º Treino Livre:

1 99 JORGE LORENZO ESP YAMAHA 1:55.440  
2 46 VALENTINO ROSSI ITA YAMAHA 1:55.707 +0.267
3 29 ANDREA IANNONE ITA  DUCATI 1:55.736 +0.296
4 8 HECTOR BARBERÁ ESP AVINTIA DUCATI 1:55.810 +0.370
5 25 MAVERICK VIÑALES ESP SUZUKI 1:55.847 +0.407
6 44 POL ESPARGARÓ ESP TECH3 YAMAHA 1:56.051 +0.611
7 26 DANI PEDROSA ESP HONDA 1:56.098 +0.658
8 93 MARC MÁRQUEZ ESP HONDA 1:56.258 +0.818
9 4 ANDREA DOVIZIOSO ITA DUCATI 1:56.387 +0.947
10 45 SCOTT REDDING ING PRAMAC DUCATI 1:56.412 +0.972
11 38 BRADLEY SMITH ING TECH3 YAMAHA 1:56.524 +1.084
12 35 CAL CRUTCHLOW ING LCR HONDA 1:56.596 +1.156
13 76 LORIS BAZ FRA AVINTIA DUCATI 1:56.783 +1.343
14 43 JACK MILLER AUS MARC VDS HONDA 1:56.939 +1.499
15 9 DANILO PETRUCCI ITA PRAMAC DUCATI 1:56.981 +1.541
16 41 ALEIX ESPARGARÓ ESP SUZUKI 1:57.096 +1.656
17 19 ÁLVARO BAUTISTA ESP APRILIA GRESINI 1:57.129 +1.689
18 68 YONNY HERNÁNDEZ COL ASPAR DUCATI 1:57.192 +1.752
19 50 EUGENE LAVERTY IRL ASPAR DUCATI 1:57.421 +1.981
20 53 TITO RABAT ESP MARC VDS HONDA 1:57.916 +2.476
21 6 STEFAN BRADL ALE APRILIA GRESINI 1:57.989 +2.549
 
VEJA A EDIÇÃO #20 DO PADDOCK GP, QUE ABORDA F1, MOTOGP, INDY E F-E

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube