Manzi surpreende e coloca MV Agusta na pole da Moto2 em Valência. Bastianini é 12º

Com 1min34s418 na parte final da classificação, o piloto da MV Agusta larga da pole-position pela primeira vez no Mundial de Motovelocidade. Hector Garzó e Marco Bezzecchi fecham o top-3

Stefano Manzi vai largar da pole-position do GP da Comunidade Valenciana da Moto2. Neste sábado (14), o italiano anotou 1min34s418 na parte final do Q2 para assegurar a posição de honra do grid em Valência.

O competidor da MV Agusta, que esteve no centro de uma cena polêmica, sai do primeiro posto pela primeira vez no Mundial de Motovelocidade. Ainda, é a primeira fila do italiano desde o GP de Valência de 2019.

Stefano Manzi sai da pole pela primeira vez (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Quem larga no segundo posto é Hector Garzó, apenas 0s013 mais lento que o ponteiro no circuito Ricardo Tormo para aparecer pela primeira vez entre os três primeiros. Marco Bezzecchi completa a primeira fila de saída em Valência.

Podendo já fechar o campeonato da classe intermediária no final de semana, Enea Bastianini teve classificação discreta em Cheste. O italiano fez tempo de 1min34s826 e alinha na 12ª colocação do grid. Dolorido depois do tombo de mais cedo, Sam Lowes vai largar só em 18º.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Comunidade Valenciana, penúltima etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

Baldassarri avança ao Q2 com Martín, Corsi e Lüthi

O tempo fechado seguiu firme e forte em Valência, mas a chuva deu um tempo, ao menos no início da classificação da Moto2. Quando o treino começou, a temperatura estava em 18°C.

Com 1min35s506, Lorenzo Baldassarri foi o primeiro a ocupar o topo da tabela e logo baixou a marca para sustentar a ponta, 0s057 melhor que Tetsuta Nagashima, o segundo colocado. Simone Corsi era terceiro, à frente e Jorge Martín, que tinha 0s044 de margem para Arón Canet, o primeiro na zona de corte.

Pouco depois, Remy Gardner tomou a liderança com 1min34s878, 0s244 melhor que Baldassarri. Augusto Fernández também avançou e agora vinha em terceiro.

Jorge Martín apertou o passo na sequência e avançou para a liderança com 1min34s808, 0s070 melhor que Gardner. Corsi era o terceiro, com Lüthi fechando o top-4. Baldassarri caiu para a zona de eliminação por só 0s036.

Baldassarri, porém, não tinha se dado por vencido. O piloto da Pons tomou o comando da atividade de Martín por 0s004. Mais atrás, Canet assumiu o quinto posto.

Já com o cronômetro zerado, Lüthi foi a 1min34s849 e saltou para a quarta colocação, empurrando para Gardner para fora da lista de aprovados no Q1. Assim, o australiano larga em 19º, seguido por Canet, Fernández, Edgar Pons, Nagashima, Lorenzo Dalla Porta, Somkiat Chantra, Hafizh Syahrin, Andi Farid Izdihar, Kasma Daniel e Piotr Biesiekirski.

Manzi conquista primeira pole da carreira

A fase final da classificação começou com Bo Bendsneyder no topo da tabela, 0s005 melhor que Fabio Di Giannantonio, que virou o jogo na volta seguinte, com 1min34s707. Garzó agora vinha em segundo, com Corsi em terceiro.

Stefano Manzi foi a 1min34s703 e assumiu a pole provisória, 0s004 melhor que Di Giannantonio. Marcel Schrötter era o terceiro.

Luca Marini saltou para a quinta colocação pouco depois, mas perdeu um lugar na sequência, já que Garzó saltou para a liderança, 0s239 melhor que Di Giannantonio. Manzi caiu para terceiro, à frente de Ramírez.

Com 1min34s494, Bezzecchi assumiu o segundo posto, 0s063 mais lento que Garzó. Martín se instalou em terceiro, mas logo foi superado por uma Di Giannantonio 0s007 mais veloz.

Com poucos segundos ainda no cronômetro, Manzi virou 1min34s418 e recuperou a pole provisória, 0s013 melhor que Garzó.

LEIA TAMBÉM
Mir tem primeira chance de fechar título da MotoGP em Valência. Confira matemática

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube