McPhee crava pole da Moto3 na chuva para GP da Europa. Arenas larga em terceiro

Com a marca de 1min52s252 anotada no final do Q2 da classificação, John McPhee garantiu a primeira pole-position da temporada. Celestino Vietti e Albert Arenas completam a primeira fila do grid

John McPhee não deixou a chuva atrapalhar sua classificação do GP da Europa da Moto3. Neste sábado (7), mesmo debaixo de muita água, o piloto anotou a marca de 1min52s252 para ficar com a pole-position em Valência.

Aparecendo nos minutos finais da sessão, o competidor da SRT garantiu a primeira colocação de honra do grid da temporada 2020. Com tempo 0s411 mais lento que do ponteiro, Celestino Vietti sai do segundo posto, a terceira vez que larga da primeira fila no ano.

John McPhee larga da pole em Valência (Foto: SRT)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Após ter de passar pelo Q1 da tomada de tempos, Albert Arenas fez 1min52s821, 0s569 mais lento que o ponteiro, aproveitou as marcas deletadas de pilotos à sua frente e fechou a primeira fila de saída do grid.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Europa, antepenúltima etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

LEIA TAMBÉM
Yamaha registra novo caso de Covid-19 e isola cinco funcionários em Valência
Com Portugal, Indonésia e Rússia na reserva, MotoGP tem calendário provisório para 2021
Mir lidera MotoGP com menor pontuação após 11 corridas em 27 anos

Chuva atrapalha, e Ogura, Rodrigo, Arenas e Foggia avançam ao Q2

A chuva que poupou os treinos livres matinais apareceu para molhar a classificação. Na hora de a Moto3 definir o grid de largada do GP da Europa, os termômetros mediam 19°C, tanto no ar quanto no asfalto.

Ao contrário do que normalmente acontece, os pilotos foram rápidos em entrar na pista para tentar aproveitar o momento mais seco do asfalto, mas antes mesmo de conseguirem fechar a primeira volta, já encontraram um volume maior de chuva.

Ai Ogura foi o primeiro a ocupar a liderança, 0s433 melhor que Albert Arenas, o segundo colocado. Davide Pizzoli e Barry Baltus tinham vaga provisória no Q2, com Tatsuki Suzuki 0s173 abaixo da linha de corte.

Ogura conseguiu baixar para 1min45s745 e manter a liderança, mas agora com 0s132 de frente para Gabriel Rodrigo. Arenas baixou para terceiro, com Dennis Foggia assumindo a quarta colocação.

Na sequência, Gabriel Rodrigo caiu na curva 11, mas não se feriu. Instantes depois, o argentino caiu de novo, desta vez na 14, mesmo ponto em que Baltus, Jeremy Alcoba e Jason Dupasquier tinham caído pouco antes.

Depois de uma passagem pelos boxes, Deniz Öncü voltou para a pista, mas acabou caindo na curva 6. O turco não se feriu e logo voltou para a pista.

Com a piora nas condições do asfalto, ninguém conseguiu melhorar. Assim, Ogura, Rodrigo, Arenas e Foggia avançam para a fase seguinte, enquanto Suzuki larga em 19º, à frente de Dupasquier, Max Kofler, Baltus, Pizzoli, Stefano Nepa e Khairul Idham Pawi.

McPhee crava pole no GP da Europa de Moto2

A chuva ensopou a pista de vez, e o Q2 começou com Riccardo Rossi no topo da tabela, 0s273 melhor que Alonso López, o segundo colocado. A liderança do italiano, que perdeu o GP de Teruel após testar positivo para Covid-19, foi breve, já que Darryn Binder assumiu o comando.

A pole provisória, contudo, também ficou pouco com o sul-africano, já que López virou 1min53s179 e assumiu a primeira posição, 0s205 melhor que o piloto da CIP. John McPhee era o terceiro.

O piloto da equipe de Max Biaggi caiu na sequência na curva 4, com McPhee cravando 1min52s514 para pular para a ponta, 0s307 melhor que Arenas, o segundo colocado. Celestino Vietti era o terceiro.

Pouco depois, Sergio García levou um tombo na curva 9, com Carlos Tatay indo ao chão na 12. Os dois escaparam de lesões mais sérias.

Enquanto isso, Vietti baixou para 1min52s663 e assumiu o segundo posto, 0s149 mais lento que McPhee. Arenas caiu para terceiro.

Minutos depois, Raúl Fernández foi a 1min52s623 e pulou para o segundo posto, 0s109 atrás de McPhee. O britânico da SIC respondeu logo e baixou para 1min52s252 para aumentar a diferença para 0s371.

Já nos minutos finais da sessão, Alonso López sofreu a segunda queda da sessão, agora na curva 4. Instantes depois, Vietti foi vítima das condições na curva 6.

Às vésperas da bandeirada, o tempo de Fernández foi cancelado e ele caiu para nono, mas conseguiu reagir e saltar para segundo, 0s064 mais lento que McPhee.

Por conta de uma série de infrações às bandeiras amarelas, muitos tempos foram cancelas, inclusive o de Fernández.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

Moto3, GP da Europa, Valência, classificação

1J MCPHEESIC HONDA1:52.252
2R FERNÁNDEZÁngel Nieto KTM1:52.623
3C VIETTIVR46 KTM1:52.663
4A ARENASÁngel Nieto KTM1:52.821
5A LÓPEZEstrella Galicia 0,0 Honda1:53.179
6R ROSSIFacile Energy KTM1:53.205
7S GARCIAEstrella Galicia 0,0 Honda1:53.230
8A OGURAAsia Honda1:53.268
9D BINDERCIP KTM1:53.311
10K TOBAAsia Honda1:53.976
11A MIGNOWorldwide KTM1:54.222
12G RODRIGOGresini Honda1:54.409
13C TATAYAndreas Perez 77 KTM1:54.423
14D FOGGIALeopard Honda1:54.472
15F SALACPrüstel KTM1:54.579
16R FENATISnipers Honda1:54.685
17T ARBOLINOSnipers Honda1:54.946
18Y KUNIIAsia Honda1:55.060
19T SUZUKISIC58 Honda1:46.416
20J DUPASQUIERPrüstel KTM1:46.667
21M KOFLERCIP KTM1:46.726
22B BALTUSPrüstel KTM1:46.930
23D PIZZOLIFacile Energy KTM1:46.945
24S NEPAAvintia KTM1:48.182
25K PAWISIC HONDA1:48.518
26A SASAKIPETRONAS Honda1:48.722
27J MASIÀLeopard Honda1:48.769
28D ÖNCÜRed Bull KTM Ajo1:49.002
29J ALCOBARBA KTM1:49.138
30R YAMANAKAEstrella Galicia 0,0 Honda1:49915
31N ANTONELLISIC58 Honda1:50.713

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube