Mir assume privilégios e diz que “pressão real está em quem não pode pagar aluguel”

Aos 23 pontos, o piloto de Palma de Maiorca mostrou que tem os pés no chão e reconheceu que existem coisas piores no mundo do que disputar um título na MotoGP

Joan Mir é um piloto diferente. Mas não necessariamente pelo talento ou pelo que faz na pista. No último fim de semana, o piloto da Suzuki minimizou a pressão pela conquista do título e lembrou que existem coisas piores do que disputar o campeonato mundial.

Agora com 37 pontos de vantagem para Fabio Quartararo e Álex Rins na liderança da classificação, Mir lembrou que, campeão ou não, 2020 será um bom ano de qualquer jeito.

Joan Mir, Suzuki, MotoGP 2020, Aragão, Treino Livre
Joan Mir mostrou pés no chão na reta final do campeonato (Foto: Suzuki)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Acho que estamos mostrando que pressão não é um grande problema para nós”, disse Mir. “É claro que temos pressão. Estamos jogando com as nossas vidas e temos de ser muito, muito focados no que fazemos. Mas, no fim, é o nosso trabalho e, felizmente, não tenho pressão de verdade, só pressão boa”, seguiu.

“Este ano, se for campeão, será super bom para mim. Mas se não for, também terá sido um bom ano”, ponderou.

Aos 23 anos, Mir mostrou ter os pés no chão e destacou que pressão de verdade é a que existe fora do mundo do esporte.

“Pressão real está nas pessoas que não podem pagar o aluguel por causa dessas condições, o coronavírus e tudo mais, e que não podem levar comida para casa”, explicou. “Quando escuto essas perguntas sobre pressão, penso nisso e digo: ‘Não tenho pressão. Este é meu trabalho. Vou ficar super bem de qualquer forma’. Então, eu sou privilegiado”, contou.

Por fim, o piloto de Palma de Maiorca considerou que a vitória do GP da Europa não muda quem ele é.

“Pensei que depois de vencer a corrida, eu talvez me tornasse uma pessoa diferente”, orou. “Como vocês podem imaginar, estou feliz, mas parece que sou a mesma pessoa”, encerrou.

LEIA TAMBÉM
Suzuki tateia tríplice coroa de 2020. Yamaha se perde na reta final
Com Mir e Rins no GP da Europa, Suzuki tem primeiro 1-2 em 38 anos
Mir vence pela primeira vez e fica perto do título de 2020 da MotoGP

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube