Com Mir e Rins no GP da Europa, Suzuki tem primeiro 1-2 em 38 anos

A Suzuki encerrou neste domingo (8) em Valência um jejum de 13.923 dias: a última vez que a marca de Hamamatsu tinha conseguido um 1-2 na classe rainha do tinha sido no GP da Alemanha de 1982

A Suzuki não vai esquecer o GP da Europa de 2020 tão cedo. Além de ter colocado uma das mãos de Joan Mir na taça do campeonato, a corrida deste domingo (8) em Valência também marcou o fim de um jejum de 13.923 dias. Afinal, foi o primeiro 1-2 da marca de Hamamatsu desde 1982.

A prova deste fim de semana não foi a primeira do ano em que os dois pilotos da equipe comandada por Davide Brivio subiriam juntos ao pódio da MotoGP, mas foi a primeira com dobradinha. Além disso, também foi a primeira vitória de Mir, que agora chegou aos 162 pontos e terá na próxima semana o match-point pelo título de 2020.

Joan Mir, Álex Rins e Pol Espargaró formaram o pódio de Valência (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

O último 1-2 da Suzuki tinha sido registrado no GP da Alemanha de 1982, quando Randy Mamola venceu em Hockenheim com impressionantes 20s960 de vantagem para Virginio Ferrari. Daquela vez, porém, a festa foi ainda maior, já Loris Reggiani completou um 1-2-3 da fábrica japonesa.

Com a punição aplicada à Yamaha pela infração com os motores do GP da Espanha, a Suzuki agora tem a chance de levar a tríplice coroa de 2020. A fábrica lidera o Mundial de Construtores com 188 pontos, sete a mais que a Ducati. No Mundial de Equipes, o time lidera com 287 pontos.

LEIA TAMBÉM
Na Garagem: Lorenzo domina corrida em Valência e bate Rossi pelo tri da MotoGP
Yamaha registra novo caso de Covid-19 e isola cinco funcionários em Valência
Com Portugal, Indonésia e Rússia na reserva, MotoGP tem calendário provisório para 2021

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube