MotoGP anuncia aposentadoria do lendário #46 de Rossi em evento em Mugello

A organização do Mundial de Motovelocidade anunciou neste sábado (14) que o multicampeão estará de volta ao paddock no fim de semana do GP da Itália para um evento que marcará a aposentadoria do número que marcou a trajetória de um dos pilotos mais vitoriosos da história do esporte

BASTIANINI, MARTÍN OU MILLER: QUEM FICA COM A VAGA NA DUCATI NA MOTOGP EM 2023?

Ninguém mais poderá usar o #46 de Valentino Rossi na MotoGP. No próximo GP da Itália, marcado para o dia 29 de maio, o Mundial de Motovelocidade vai aposentar oficialmente o lendário número que acompanhou o multicampeão durante as 26 temporadas no certame.

Diferente do que normalmente acontece, a cerimônia será realizada diante do público, na reta principal do circuito de Mugello, às vésperas da classificação. O pai da pequena Giulietta estará presente na homenagem.

O BRASIL EM DUAS RODAS
Dez pilotos brasileiros para acompanhar nas categorias do exterior

Valentino Rossi entrou para o rol das lendas em Valência e agora terá o #46 aposentado (Foto: Divulgação/MotoGP)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

No fim do ano passado, durante a desta de premiação organizada pela FIM (Federação Internacional de Motociclismo) em Valência, Rossi já foi incluído no rol das Lendas da MotoGP, furando, inclusive, a fila de pilotos que tiveram a introdução atrasada por causa da pandemia de Covid-19.

Em 26 temporadas no Mundial, Rossi conquistou nove títulos ― sete deles na classe rainha ―, 115 vitórias e 235 pódios no Mundial de Motovelocidade e teve papel chave na popularização do esporte ao redor do mundo.

A aposentadoria de números não é inédita na MotoGP. Em 2019, por exemplo, o Mundial retirou o #69 da grade em homenagem a Nicky Hayden, morto em um acidente de trânsito. Antes de dele, já tinham sido aposentados outros quatro números: #65 de Loris Capirossi, #58 de Marco Simoncelli, #34 de Kevin Schwantz, #48 de Showa Tomizawa e o #74 de Daijiro Kato. Destes, apenas Capirossi e Schwantz foram homenageados em vida.

Em 2016, pouco depois acompanhar a cerimônia em que o número de Simoncelli foi aposentado, Rossi afirmou que, ao menos naquele momento, não gostaria que o número fosse cancelado.

“Eu estava pensando nisso antes”, contou na época. “A minha primeira impressão é de que eu não gostaria que o #46 fosse cancelado. Eu preferiria que ele continuasse e, se algum outro piloto quisesse usar este número, que ele pudesse. Mas é um problema que espero que seja para o futuro. Não agora”, brincou.

“Só acho que é ruim que o número seja cancelado da MotoGP”, opinou. “Se alguém quiser usar, pode usar”, completou.

A largada do GP da França de MotoGP, em Le Mans, sétima etapa da temporada, acontece no domingo, às 9h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2022.

GRANDE PRÊMIO apresenta especial sobre a carreira de Valentino Rossi

LEIA TAMBÉM
Aprilia perde direito a concessões na MotoGP com pódio de Aleix Espargaró em Jerez
Suzuki quebra silêncio e diz que “discute com Dorna possibilidade” de deixar MotoGP em 22
Leopard assume interesse em ocupar vaga da Suzuki na MotoGP: “Ficaríamos muito felizes”
MotoGP modifica regra e permite motor extra após aumento de calendário para 21 corridas

SUZUKI DETONA BOMBA NA MOTOGP COM ANUNCIO DE SAÍDA EM 2022
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar