MotoGP abre temporada com quatro vitórias de fábricas europeias pela 1ª vez em 50 anos

Pela primeira desde 1972, a classe rainha do Mundial de Motovelocidade iniciou a temporada com quatro vitórias de construtores europeus, já que apenas Ducati, KTM e Aprilia estiveram no topo do pódio até aqui

ALEIX ESPARGARÓ TEM VITÓRIA JUSTA PELA MOTOGP NA ARGENTINA

A vitória de Enea Bastianini no GP das Américas de domingo (10) marcou o quarto triunfo seguido de um construtor europeu na temporada 2022 da MotoGP. E essa é uma marca que não era registrada na classe rainha do Mundial de Motovelocidade desde 1972.

Até aqui, apenas Ducati, KTM e Aprilia conseguiram vitórias no campeonato de 2022. A fábrica de Bolonha venceu duas vezes com Bastianini, primeiro no GP do Catar e, agora, em Austin. A construtora austríaca, por outro lado, levou a melhor com Miguel Oliveira na corrida da Indonésia. A casa de Noale, por sua vez, venceu na Argentina com Aleix Espargaró.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

As fábricas europeias começaram 2022 em vantagem na MotoGP (Foto: Divulgação/MotoGP)

CLASSIFICAÇÃO DA MOTOGP
Bastianini reassume liderança da MotoGP com vitória em Austin

Há 50 anos, porém, o cenário foi diferente. Em 1972, ainda na era das 500cc, Giacomo Agostini venceu os GPs de Alemanha, França, Áustria e das Nações pela MV Agusta. Naquele ano, aliás, a lendária fábrica italiana só conheceu a derrota na última etapa, o GP da Espanha, quando Chas Mortimer venceu pela Yamaha em Montjuïc.

Com os resultados de 2022, as fábricas europeias lideram o top-2 do Mundial de Construtores. A Ducati soma 86 pontos e tem a primeira posição, com 27 pontos a mais que a KTM, segunda colocada. A Suzuki fura o domínio da Europa e aparece em terceiro lugar, seguida por Aprilia e Yamaha. A Honda tem a lanterna da classificação.

No cenário atual, a vitória mais recente de um construtor não-europeu data do GP da Emília-Romanha de 2021, quando Marc Márquez venceu com a Honda em Misano. Nas últimas duas corridas no ano passado, a vitória também ficou com a Ducati, com Francesco Bagnaia subindo ao topo do pódio dos GPs do Algarve e de Valência.

MotoGP volta às pistas no próximo dia 23 de abril, para o GP de Portugal, em Portimão. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da quinta etapa do Mundial de Motovelocidade 2022.

LEIA MAIS
Rins manifesta apoio após pódio no GP das Américas e pede ‘paz para Ucrânia’
Márquez lamenta problema na largada e crê que teria “lutado pela vitória” em Austin
Moreira lamenta queda, mas faz balanço positivo de Austin: “Feliz com fim de semana”

BASTIANINI ESTÁ CERTO: LIDERANÇA DA MOTOGP AINDA NÃO IMPORTA
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar