Na briga pelo título, Mir joga pressão para Quartararo: “Foi quem mais perdeu na França”

Ainda sem vitórias na MotoGP, o espanhol da Suzuki se animou com a possibilidade ser o primeiro entre os pilotos do grid atual a vencer em Aragão

Joan Mir tratou de colocar a pressão da briga pelo título da MotoGP completamente no colo de Fabio Quartararo. O piloto da Suzuki colocou o rival da SRT Yamaha como homem a ser batido no GP de Aragão deste fim de semana e considerou que o francês foi quem mais perdeu com o resultado da corrida de semana passada.

Dono de um ritmo superior, Quartararo conquistou a pole em Le Mans, mas na corrida, que foi disputada com chuva, foi bastante discreto, recebendo a bandeirada apenas em nono. Mir, por sua vez, completou a prova francesa em 11º após largar em 14º.

Com o resultado, Fabio segue na liderança do Mundial, agora com 115 pontos, dez a mais que Mir, o segundo na tabela.

Joan Mir Fabio QUartararo MotoGP 2020 GP da Catalunha
Quartararo e Mir foram companheiros de Leopard na Moto3 em 2016 (Foto: SRT)

LEIA TAMBÉM
Moedor à italiana, Ducati tem má gestão escancarada com vitória de Petrucci
Salto de Marini para MotoGP em 2021 vira guerra entre VR46 e Avintia

Suzuki precisa resolver déficit de classificação para enfim se tornar grande na MotoGP
Márquez & Márquez: as estreias de Marc e Álex no pódio da MotoGP

“O piloto a ser batido neste fim de semana é Quartararo. Ele é o líder do Mundial e o que tem algo a perder”, apontou Mir. “Com certeza, foi quem mais perdeu em Le Mans. Tinha um bom ritmo e não soube ou não pôde fazer melhor e tirar pontos de seus rivais”, considerou.

Na corrida deste fim de semana, o GP de Aragão terá obrigatoriamente um vencedor inédito, já que entre os pilotos oficiais do grid atual, Marc Márquez é o único a ter subindo no topo do pódio do MotorLand. O hexacampeão da MotoGP segue se recuperando de uma fratura no braço direito e não vai correr.

“Vou tentar que seja eu. A verdade é que eu gostaria muito de estrear [no topo do pódio] em Aragão. É uma pista bonita, tenho boas recordações e fui rápido em todas as categorias”, lembrou Joan. “Seria muito especial, mas até o segundo treino de sexta-feira, não saberei o potencial que tenho aqui. Mas ser o primeiro a vencer entre os que vão correr no domingo sem dúvida me empolga”, concluiu.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de Aragão, 11ª etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube