Orientado por novo advogado, Viñales viaja à Austrália para GP, afirma site espanhol

De acordo com o site espanhol ‘Motocuatro’, Maverick Viñales contratou um novo advogado que o orientou a embarcar imediatamente para a Austrália para se apresentar a Blusens Avintia para o primeiro treino livre em Phillip Island. Espanhol abandonou a equipe no fim de semana passado

 

Presidente da Ducati descarta arrependimento com contratação de Rossi: “Aumentou visibilidade”
Del Torchio afirma que Ducati deve definir posição sobre novas regras para MotoGP em um mês

Maverick Viñales parece finalmente ter se acalmado e deve viajar para Phillip Island nas próximas horas para se apresentar à Blusens Avintia para disputar o GP da Austrália de Moto3. De acordo com o site espanhol ‘Motocuatro’, a viagem é uma recomendação expressa do novo advogado do piloto.

Na última sexta-feira (19), Viñales surpreendeu ao não aparecer para participar da primeira sessão de treinos livres na Malásia e anunciar que estava deixando a equipe. O piloto acusa do time de não ter feito o suficiente para brigar pelo título de 2012. 

Site espanhol diz que patrocinadores ameaçam entrar na justiça contra Viñales (Foto: Repsol)
No mesmo dia, Maverick também demitiu Ricard Jové do posto de seu agente. O empresário, além de cuidar da carreira de Viñales, é o chefe da Avintia e, segundo rumores da imprensa internacional, não apresentou ao piloto e seu pai todas as propostas que ele tinha para 2013, que incluíam uma oferta da KTM e outra da Aspar.
 
Viñales afirmou que teria completado o Mundial de 2012 se a Avintia tivesse concordado de liberá-lo do contrato assinado para as duas próximas temporadas, mas com a recusa do time, decidiu abandonar o campeonato. 
 
O piloto deixou a Malásia ainda na sexta-feira e ao chegar na Espanha contratou um novo advogado. De acordo com a ‘Motocuatro’, a primeira recomendação do defensor foi de que Maverick embarque para a Austrália e se apresente no box do time na sexta-feira de manhã para participar do primeiro treino livre em Phillip Island.
 
A medida seria uma tentativa de minimizar os danos causados pela atitude de Viñales, não só com a equipe, mas também com todos os patrocinadores, que já estudam ações legais contra o piloto por danos a sua imagem. 
 
A meta agora é cumprir todos os compromissos desta temporada, inclusive com os patrocinadores, e só então negociar com a Avintia o pagamento de uma indenização para liberá-lo dos dois anos de contrato restantes. Em caso de negativa da equipe, aí então Maverick poderá entrar na justiça para conseguir sua liberação.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube