Viñales reencontra melhor versão e coloca Aprilia em papel de protagonista na MotoGP

Maverick Viñales fez pole e venceu a corrida sprint da MotoGP em Austin. Com um ritmo impressionante desde o início do fim de semana, o piloto da Aprilia volta a ser um dos principais pilotos do grid e recompensa a montadora italiana que acreditou em seu talento depois de momentos difíceis

Quando a temporada 2024 da MotoGP começou, no Catar, Maverick Viñales pouco encatava os espectadores, com dois resultados modestos. Nas duas corridas seguintes, em Portimão e Austin, o piloto da Aprilia colocou-se em posição de destaque, mas o fim de semana do GP das Américas está sendo particularmente especial para o espanhol, que não tem dado chances para a concorrência com pole e vitória na corrida spint.

Em Portimão, a pole escapou do Top Gun por um triz, mas o #12 compensou com uma boa vitória na corrida sprint — que o fez alcançar um feito inédito na era moderna do Mundial de Motovelocidade, mesmo que não seja colocado nas estatísticas. Nos Estados Unidos, porém, Viñales decidiu correr em uma liga solitária, em um patamar muito além de qualquer outro piloto do grid, vencendo com larga vantagem para os rivais.

Relacionadas


Mais do que isso, Viñales parecer ter reencontrado sua melhor versão na MotoGP. Depois de encantar na Suzuki em 2015 e 2016, foi contratado pela Yamaha para ser o sucessor de Jorge Lorenzo, mas não conseguiu corresponder apesar de alguns brilhos esporádicos, lideranças momentâneas e oito vitórias com a fábrica de Iwata. A temporada 2021, porém, mudou sua carreira e não foi de uma maneira positiva.

Maverick começou o campeonato de 2021 com uma grande vitória no Catar. Depois, no entanto, viu o companheiro Fabio Quartararo — que fazia o primeiro ano pela Yamaha — dominar a disputa e rumar para um título incontestável. Na etapa da Estíria, Viñales abandonou com problemas no motor, pelo menos era o que tudo indicava. Para a prova seguinte, na Áustria, a equipe decidiu afastar o espanhol e o acusou de propositalmente destruir o equipamento na corrida anterior.

Maverick Viñales garantiu a pole e venceu a sprint no circuito americano (Foto: AFP)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Sem espaço na montadora japonesa, Viñales foi demitido, mas ganhou uma sobrevida ainda nno mesmo ano e fez cinco corridas pela Aprilia. Desde então, virou piloto titular da montadora japonesa, com direito a seis pódios e uma chance de vitória desperdiçada no GP da Catalunha do ano passado, onde viu o companheiro Aleix Espargaró levar a melhor.

Em 2024, o jogo virou. Após os primeiros treinos em Austin, Viñales foi categórico ao dizer que se sente no melhor momento. E talvez seja mesmo o reencontro do espanhol com aquele piloto que encantou os fãs da MotoGP há quase uma década e nos fez questionar se seria possível ser campeão. Mais do que isso, a sintonia com a equipe parece ter chegado ao auge, algo que faltava para impulsionar os resultados.

“Estou sonhando e quero seguir assim, o nível está incrível. Quero agradecer todo mundo na Aprilia e todos os espectadores que estão aqui apoiando. Vamos buscar mais. Foi impressionante, incrível, não tenho mais o que adicionar. Saímos decididos, estou feliz com o trabalho da equipe. Está claro que nível do Catar não era o esperado e em Portimão encontramos o equilibrio da moto. Não posso dizer muito mais, apenas aproveitar o momento e seguir trabalhando”, destacou após nova vitória em corrida sprint.

“Basicamente, a única diferença é na parte traseira que mudava bastante. Meu aerofólio [traseiro] é híbrido entre o modelo do ano passado e de 2024 enquanto o Aleix [Espargaró] leva o desta temporada. Para mim, não deixava a moto estável e eu preciso de uma forte frenagem desde o início, por isso mudei. Na pré-temporada, não estava bem com a moto nova, sem aderência nos pneus. Em Portugal, entendi onde deveria frear e isso me permitiu dar um salto”, acrescentou.

O espanhol ainda comentou o que espera da corrida deste domingo, quando novamente larga na primeira poisição. “Amanhã tentaremos de novo, me sinto muito forte com a moto, mas também fisicamente. Espero ser capaz de atacar, vou dar o máximo do início até a última volta”, finalizou.

Depois de ganhar fama de esquentadinho e decepção no grid da MotoGP, Viñales foi ressuscitado pela Aprilia e finalmente consegue ser capaz de dar um decente agradecimento para o time, colocando a montadora em posição de brigar com a rival Ducati e surgir como pedra no sapato da favorita. Tudo graças ao Top Gun, ainda bem. Agora resta saber quanto tempo vai durar essa boa fase entre as duas partes.

MotoGP volta a acelerar neste domingo (14), a partir de 16h (de Brasília), com o GP das Américas, em Austin, terceira etapa do campeonato de 2024. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.