MotoGP

Recém-saído da MotoGP, Smith lidera primeira bateria de testes coletivos para MotoE. Granado é 6º

Bradley Smith foi o mais rápido dos primeiros testes coletivos da Copa do Mundo de MotoE. O inglês sobrou no segundo dia de testes e teve Niki Tuuli e Mike di Meglio como segundo e terceiro colocados. Eric Granado também esteve bem posicionado
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 Bradley Smith (Foto: MotoGP)

A preparação para a primeira temporada da MotoE chegou à pista neste fim de semana. O sábado (24) marcou o segundo dia de testes coletivos, realizados na pista espanhola de Jerez de la Frontera - e com parte das atividades atrapalhadas pela chuva. No casamento dos dois dias, Bradley Smith foi o mais rápido.
 
Recém-saído da MotoGP, Smith anotou 1min50s265 no combinado das seis sessões separadas pelos dois dias. Atrás do inglês da moto #38, Niki Tuuli esteve até que distante, 0s362 - essa foi a melhor volta do primeiro dia, inclusive. Mike di Meglio foi o terceiro colocado. Os Matteo Casadei e Ferrari ocuparam as duas posições imediatamente seguintes
Eric Granado (Foto: Reprodução/Twitter)
Nesta primeira bateria de testes, as equipes provenientes da MotoGP - LCR, Tech3, Avintia, Ángel Nieto, Gresini, Pramac e Marc VDS - contaram com apenas uma das duas motos que terão disponíveis no ano, e, assim, os pilotos tiveram de se revezar. Eric Granado, que esteve na pista em quatro das seis sessões, ficou 1s577 atrás do líder e foi o sexto na garupa da Avintia #51 no combinado dos dois dias.
 
Kenny Foray, Randy de Puniet, Josh Hook e Niccolò Canepa fecharam o top-10. Alex de Angelis, Jesko Raffin e Lorenzo Salvadori deram a sequência. 
 
O agora ex-aposentado Sete Gibernau ficou com a 14ª colocação. Julian Miralles, Marvin Fritz, Nicolas Terol, Maria Herrera e Luca Vitali encerraram a classificação.