Segundo piloto com mais largadas no Mundial, Capirossi é homenageado com aposentadoria do número 65

A MotoGP aposentou nesta quinta-feira (10) o número 65 de Loris Capirossi. Italiano é o segundo piloto com mais largadas no Mundial de Motovelocidade, atrás apenas de Valentino Rossi

Loris Capirossi foi o homenageado desta quinta-feira (10) em Valência. Em um breve evento antes da coletiva de imprensa que precede o início dos trabalhos de pista na Comunidade Valenciana, a Carmelo Ezpeleta, diretor-executivo da Dorna, a promotora do Mundial de Motovelocidade, aposentou o #65 utilizado pelo italiano ao longo da carreira.
 
Hoje consultor de segurança da MotoGP, Capirossi é o segundo a receber tal homenagem em 2016. Antes, o #58 de Marco Simoncelli já tinha sido entregue à família do piloto.
Loris Capirossi teve seu número aposentado (Foto: Divulgação/MotoGP)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Capirossi chegou ao Mundial em 1990, correndo de AGV nas 125cc e logo de cara conquistou o título. No ano seguinte, o italiano passou a defender a Honda e faturou o bicampeonato na classe de entrada. Entre 92 e 94, Loris esteve nas 250cc e chegou as 500cc na temporada seguinte. Após dois anos na classe rainha, o #65 retornou à divisão do meio e levou o título em 98.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

No ano 2000, Capirossi voltou a classe rainha, onde tem como melhor resultado o terceiro lugar conquistado na temporada 2001, defendendo a Honda.
 
No total, são 29 vitórias — oito nas 125cc, 12 nas 250cc e nove nas 500cc/MotoGP —, 99 pódios, 41 poles e três títulos mundiais.
 
Durante o evento, Ezpeleta revelou que o plano inicial era aposentar o número de Capirossi na última corrida de sua carreira — em 2011 —, mas a homenagem foi adiada em decorrência da morte de Simoncelli em um acidente no início do GP da Malásia. No momento de sua aposentadoria, Capirossi era o piloto com mais largadas no Mundial — 328 —, mas a marca já foi superada por Valentino Rossi, que vai para sua 348ª largada no domingo.
 
“Esta é uma cerimônia que tínhamos preparado cinco anos atrás, mas, infelizmente, ela estava preparada para o último GP, mas após a morte do Marco na Malásia, nós adiamos. Nós fomos mudando, mas acho que é importante reconhecer as coisas que Loris fez conosco durante todos esses anos e nós estamos muito orgulhosos de aposentar este número da lista de todas as categorias”, disse Ezpeleta. “Muito obrigado, Loris, por tudo que você faz na MotoGP. Trabalhando conosco, nós estamos muito orgulhosos de fazer isso. É um dia importante para o motociclismo”, seguiu.
 
O piloto italiano se disse honrado com a homenagem e explicou que o número 65 esteve presente em diversos momentos de sua vida.
 
“Eu não quero falar muito. Com certeza, para mim é um grande momento. Estou orgulhoso e feliz com isso”, celebrou Loris. “Fiz minha primeira corrida em 1987 com o #65 e parei em 2011 com #65, também usei o #65 quando ganhei meu primeiro título em Phillip Island e nesta data eu tenho 43 e 165 dias, então todos os números estão sempre em torno disso. Muito obrigado, obrigado à Dorna, a FIM. Estou muito feliz e nunca vou esquecer esse dia”, completou.
 
Assim, o Loris passa a integrar uma lista de cinco pilotos que tiveram seus números aposentados. Antes de Simoncelli, Kevin Schwantz recebeu a honraria com o #34. Além dele, o #48 de Shoya Tomizawa, morto em um acidente na etapa da Moto2 em Misano em 2010, e o #74 de Daijiro Kato, morto em decorrência de um acidente em Suzuka em 2003, também tinham sido retirados do Mundial.
 
No anúncio oficial, a informação é de que a Dorna e a FIM decidiram aposentar o #65 de todas as três classes do Mundial, mas a lista de inscritos para 2017 divulgada pela entidade máxima traz Philipp Oettl com a numeração.
 
Além da homenagem a Capirossi, Ezpeleta também entregou uma lembrança aos pilotos em celebração aos 25 anos de parceria entre a Dorna, a IRTA (Associação Internacional das Equipes de Corrida) e a MSMA (Associação das Fábricas de Motocicletas Esportivas). Segundo o dirigente, os pilotos das três classes vão receber a estátua, assim como mecânicos e chefes de equipes, e profissionais de imprensa que manifestem interesse na peça.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube