Yamaha alega “operação irregular da moto” e suspende Viñales no GP da Áustria

O relacionamento entre Yamaha e Maverick Viñales atingiu mais um capítulo após o GP da Estíria, com a equipe acusando o piloto de utilizar mal o equipamento e colocar os demais pilotos da MotoGP em risco. Com isso, o espanhol foi afastado da próxima etapa do Mundial

O QUE SERÁ DE VIÑALES NA MOTOGP? Assista!

O drama entre Yamaha e Maverick Viñales atingiu um novo capítulo. Depois da clara insatisfação do piloto com a equipe e o anúncio da saída no fim da temporada, agora a fábrica de Iwata decidiu suspender o espanhol do GP da Áustria, que vai ser disputado neste fim de semana.

De acordo com a Yamaha, Maverick utilizou de maneira equivocada a YZR-M1 no último fim de semana, no GP da Estíria, e colocou em risco não só a si mesmo, mas também os demais competidores da MotoGP.

“A Yamaha lamenta anunciar que Maverick Viñales foi retirado do GP da Áustria. A ausência segue uma suspensão do piloto pela Yamaha por inexplicável operação irregular da moto durante o GP da Estíria, no último fim de semana. A decisão acompanha uma análise da telemetria”, disse a montadora japonesa em nota.

Maverick Viñales está de saída de Yamaha no fim de 2021 (Foto: Yamaha)

“A conclusão da Yamaha é de que ações de Viñales poderiam potencialmente ter causados significativos danos ao motor, que gerariam sérios riscos ao piloto e aos demais integrantes do grid da MotoGP. Viñales não será substituído no GP da Áustria. Decisões sobre as próximas corridas serão tomadas após uma análise mais detalhada da situação e após discussões entre Yamaha e o piloto”, seguiu o comunicado.

O jornalista Simon Patterson, um dos mais experientes na cobertura da MotoGP, disse nas redes sociais que havia recebido uma indicação no próprio domingo de uma estranha ação de Viñales ao entrar nos boxes: acelerar a moto. “Imagino que a Yamaha pensou que ele estava tentando explodir o motor”, disse.

Quais as melhores e as piores duplas da Fórmula 1 em 2021? Este é o tema do Paddockast #116. Ouça

Outro jornalista, Neil Robertson foi na mesma linha e disse que um fotógrafo presente no Red Bull Ring relatou a mesma situação. “Ele ouviu Maverick bater no limitador toda hora nas voltas finais. Loucura!”. Niki Kovács, que acompanha o Mundial de Motovelocidade, descreveu o momento como “assustador, inesperado e muito alto”.

Depois de largar em nono, Viñales enfrentou diversas dificuldades ao longo do GP da Estíria e entrou nos boxes na volta final da prova, abandonando pouco antes da bandeira quadriculada. O motivo, no entanto, não foi explicado por ambos os lados.

De acordo com o site Autosport, Viñales retornou aos boxes após a bandeira vermelha na terceira volta da prova e pediu para a equipe não mexer no motor, pois funcionava normalmente. Apesar disso, o time mudou a sequência de marchas e alterou o motor. O espanhol não conseguiu partir para a volta de apresentação e precisou largar no pit-lane.

Com sua quinta temporada em curso pela Yamaha, Viñales já conquistou oito vitórias. Porém, a relação entre piloto e equipe, sempre de altos e baixos, se desgastou muito nos últimos meses. O ponto de ruptura foi no fim de semana do GP da Alemanha. Maverick largou em 21º lugar e foi o último a receber a bandeira quadriculada. Para piorar, viu o companheiro Fabio Quartararo largar na primeira fila e terminar novamente no pódio, mantendo a liderança da MotoGP. Com isso, perdeu a paciência e foi para o ataque contra a própria equipe.

Maverick Viñales vai sair da Yamaha antes do fim da temporada? (Foto: Divulgação/MotoGP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“Não estou aqui para coletar dados, nem para ser piloto de testes. Isso já começa a parecer uma falta de respeito. Com o acerto de outro, não creio que possa vencer. Desde Portugal que estou só pegando informações”, completou Viñales.

Outro ponto que gerou desconforto foi a troca de engenheiro: saiu Esteban García, entrou Silvano Galbusera, ex-parceiro de Valentino Rossi, às vésperas do GP da Catalunha. Na época, de modo bem educado, Viñales falou que a mudança era dolorosa, mas agradeceu a Yamaha pelo empenho em extrair o máximo dele.

A MotoGP volta a acelerar no próximo domingo (15), com o GP da Áustria, novamente no Red Bull Ring. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

ASSISTA
Pedrosa e Savadori causam acidente com fogo e bandeira vermelha no GP da Estíria
Aleix Espargaró e Marc Márquez discutem na pista após toque durante GP da Estíria

Aleix Espargaró e Marc Márquez se estranharam na pista e discutiram ali mesmo (Vídeo: MotoGP)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar