Campeão da F3 Inglesa, Leist negocia com Arden e fala em “grande possibilidade” de correr na GP3 em 2017

Depois do título na F3 Inglesa, Matheus Leist projeta a temporada 2017. O brasileiro se vê com “grande possibilidade” de partir para a GP3, revelando ao GRANDE PRÊMIO que negocia com a Arden, tradicional equipe europeia

Depois de levantar a taça da F3 Inglesa, Matheus Leist já projeta a temporada 2017. Mesmo lidando com os problemas decorrentes da falta de patrocinadores, o brasileiro tem como objetivo disputar a GP3. E a meta pode muito bem se concretizar: Leist revelou ao GRANDE PRÊMIO que já negocia uma vaga na Arden, se vendo com “grande possibilidade” de alinhar no grid do penúltimo degrau de acesso à F1.
 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Leist reconhece que a busca por novos patrocinadores vai fazer a diferença na hora de pleitear vagas em categorias maiores. Mas isso não deve ser suficiente para frear a sequência da carreira. 
 
“Como o orçamento da GP2 está muito caro, provavelmente será a GP3. No momento eu preciso de alguém que me apoie, a gente tem capacidade de ir mais longe, eu acho que a gente consegue. Só depende de estar no lugar certo na hora certa, fazer um trabalho bem feito” disse Leist, com exclusividade para o GRANDE PRÊMIO.
A Arden é uma das melhores equipes da GP3 (Foto: GP3)
“Só preciso de um apoio no momento, e já estamos indo atrás de bastante coisa. Mas eu acho que tudo vai dar certo. Existe uma grande possibilidade de eu andar de GP3 no ano que vem. Estou conversando bastante com a Arden”, completou.
 
A Arden é uma das equipes mais tradicionais do automobilismo europeu. A escuderia foi fundada em 1997 por Christian Horner, hoje chefe da Red Bull. Na GP3, a história é de sucesso: Mitch Evans e Daniil Kvyat se sagraram campeões pela escuderia, respectivamente em 2012 e 2013.
 
A partir de 2014 o brilho da Arden na GP3 começou a se perder, mas a competitividade ainda está por lá. Em 2015 a escuderia foi a terceira melhor, somando três vitórias. Já em 2016, com dois triunfos no bolso, os britânicos pintam em segundo na tabela.

Durante a entrevista exclusiva com o GRANDE PRÊMIO, Leist também comentou sobre a temporada na F3 Inglesa, além de avaliar o que espera no futuro da carreira. O material será publicado no GRANDE PREMIUM nesta quarta-feira (13).

PADDOCK GP #45 COMENTA FIM DE SEMANA COM F1, INDY, MOTOGP E WEC

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube