Varela diz que “poeira danada” causou erro e perda da vitória no segundo dia do Dakar

Reinaldo Varela e Maykel Justo chegaram a liderar a segunda etapa da edição 2021 do Dakar, mas um erro no meio do caminho jogou a dupla para a sétima posição. Apesar disso, seguem confiantes para a etapa 'em laço' dessa terça-feira

A dupla Reinaldo Varela e Maykel Justo voltou a andar forte no Dakar. Depois de vencer a etapa especial do primeiro dia, perdida após uma passagem acima do limite de velocidade em uma zona de radar, os pilotos brasileiros chegaram a liderar a prova desta segunda-feira (4), mas termina na sétima posição — no geral, ocupam o quarto posto.

Nos primeiros 46 km, quem liderou foi a tripulação brasileira formada por Reinaldo Varela e Maykel Justo. Em seguida, os competidores da equipe Monster Can-Am foram superados por adversários após ser induzido ao erro por um grupo que ia à frente e também tomou a direção errada.

“Tínhamos um comboio de carros e acho que um caminho à nossa frente e levantava uma poeira danada. Tínhamos também UTVs vindo na nossa cola, brigando com a gente pela liderança. Naquela confusão e caos, todos sem exceção tomaram o caminho errado. Com isso, perdemos muito tempo e até encontrar a trilha novamente perdemos várias posições”, disse Varela após a prova.

A dupla brasileira está na quarta posição na classificação geral do Dakar entre os UTVs (Foto: Victor Eleutério/Fotop)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

+++ Com figurões na Arábia Saudita, Dakar abre 2021 do automobilismo

“Terminamos em sétimo hoje, mas o importante é que estamos em quarto na geral, apenas 4min09s do atual líder e o nosso UTV se mostrou novamente competitivo”, completou.

A vitória na segunda etapa especial ficou com a dupla Saleh Alsaif e Oriol Montijano. A liderança no geral está com os chilenos Francisco López Contardo e Juan Pablo Latrach. Na terça-feira, o evento começa e termina em Wadi Ad-Dawasir, com um total de 630 km de percurso, e o navegador Maykel Justo destacou pontos importantes da prova.

“Se hoje entramos no deserto, agora vamos mergulhar fundo nele, indo a locais realmente isolados. É uma região que os sauditas chamam de ‘território abandonado’. Vamos cruzar uma quantidade enorme de dunas que estarão agrupadas em espécies de cordilheiras, mas entre elas teremos longos trechos de alta velocidade. As dunas serão os segmentos mais técnicos e duros também para a suspensão dos carros”, declarou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube