Stock Car

Por irregularidade em pinças de freio, CBA desclassifica novamente e tira vitória de Zonta no Velo Città

A Confederação Brasileira de Automobilismo confirmou nesta sexta-feira (17) a desclassificação de Ricardo Zonta da etapa do Velo Città, no último dia 5 de maio, na qual o piloto da Shell havia conquistado a vitória na corrida 2. A alegação foi de irregularidade em pinças de freio do carro #10, após análise dos comissários da prova

Grande Prêmio, de Goiânia / FELIPE NORONHA, de Goiânia
Por meio de um comunicado oficial, a Confederação Brasileira de Automobilismo divulgou na manhã desta sexta-feira (17) que Ricardo Zonta, piloto da Shell Racing, foi desclassificado da etapa do Velo Città, realizada no dia 5 de maio, e na qual ele havia vencido a corrida 2 da rodada dupla.

Desta forma, Zonta perde a vitória e os pontos. Rubens Barrichello passa a ser o vencedor, com Cacá Bueno na segunda colocação e Gabriel Casagrande entrando no pódio, em terceiro.

Na nota divulgada, a entidade não especifica a irregularidade cometida. O GRANDE PRÊMIO apurou, porém, que as peças investigadas pelos comissários da etapa foram as pinças de freio do carro #10 de Zonta.
Ricardo Zonta comemora a vitória no Velo Città, depois anulada pela CBA (Foto: José Mário Dias)
Segundo a CBA, componentes internos de tais peças dos freios dianteiro e traseiro do carro da Shell estavam diferentes das permitidas. O regulamento da categoria permite apenas um tipo específico de pinça de freio, fornecido pela empresa By LG. 

Tais peças não podem ser modificadas e, de acordo com os comissários que realizaram a análise, havia evidência de "retrabalho na superfície e os anéis de vedação dos pistões possuíam dimensões diferentes das peças originais". 

Por infringir, desta forma, o artigo 16.3 do regulamento, Zonta foi desclassificado, tal como prevê o mesmo documento.

A Stock Car ainda não divulgou a nova classificação oficial do campeonato — a Vicar, promotora do evento, alega que a CBA é quem necessita realizar tal confirmação da alteração dos pontos primeiramente. 
Ricardo Zonta (Foto: José Mário Dias)
A desclassificação no dia em que a etapa de Goiânia começa seus trabalhos remete ao que passou Zonta na capital goiana no final de 2018. Naquela etapa, ele perdeu a vitória que conquistou na pista após comissários apontarem irregularidade em peças da suspensão de seu carro.

Também no ano passado, em Campo Grande, o #10 foi eliminado da corrida 2, a qual havia vencido, porque os comissários apontaram que ele foi aos boxes durante safety-car, o que é proibido.

Já em 2017, Zonta passou por outra anulação de resultado: ele venceu em Tarumã, na corrida 1, mas foi desclassificado por queda de tanque de combustível

A categoria volta às pistas nesta sexta-feira, em Goiânia, com os primeiros treinos livres para a terceira etapa da temporada. GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ com o repórter Felipe Noronha.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo 

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.