Stock Car

"Preciso passar por isso?" Zonta se sente "apagado e queimado" com quarta punição e acena largar Stock Car

Ricardo Zonta perdeu mais uma vitória na Stock Car nesta sexta-feira (17) - e não foi em dia de corrida. É que novamente o paranaense perdeu na justiça um triunfo conquistado na pista na categoria, desta vez no Velo Città. Para o #10, talvez tenha sido o limite, e ele está repensando sua presença no campeonato nacional

Grande Prêmio, de Goiânia / FELIPE NORONHA, de Goiânia
Algumas frases de efeito parecem, em determinados momentos, apenas para jogar para o público. Mas o que Ricardo Zonta falou nos boxes da Shell, durante entrevista coletiva nesta sexta-feira (17), indica o contrário: ele realmente cansou de ser punido na Stock Car e sair da categoria é uma situação plausível.

Na manhã desta sexta, o dono do #10 da Shell teve retirada sua vitória na corrida 2 do Velo Città, conquistada no último dia 5 de maio, sob a alegação de que as pinças de freio de seu carro estavam irregulares. A Confederação Brasileira de Automobilismo decretou a desclassificação do piloto - e as peças seguem retidas com a entidade.

O detalhe estressante para o parananese é que essa é a quarta vitória recente que foi retirada de suas mãos: na penúltima etapa de 2018, em Goiânia, ele foi punido sob a alegação de que utilizou peças irregulares na suspensão; meses antes, em Campo Grande, teve a vitória anulada por entrar no pit-stop sob safety-car; e em 2017, em Tarumã, perdeu o triunfo por uma queda do tanque de combustível

A quarta vez foi demais para ele, que não escondeu a frustração em entrevista com a presença do GRANDE PRÊMIO: "Eu preciso passar por tudo isso?", questionou.
Ricardo Zonta (Foto: Duda Bairros/Stock Car)
"É uma situação difícil para mim. Ainda mais porque eu sempre levei como uma paixão pelo esporte. Sempre tive essa vontade de correr no Brasil, e na Stock Car principalmente. Quando entrei aqui, meu sonho sempre foi ganhar corrida, como sempre foi na carreira inteira. Fui três vezes campeão mundial, na F2, de GT, na World Series, várias vitórias em todas as categorias que corri. Não me lembro de ter passado por situação assim", descreveu Zonta.

Para ele, tantas punições - contra poucas para adversários - fazem surgir a dúvida se contnuar no Brasil é a coisa certa (apesar da declarada vontade de ficar próximo à família).

"Tudo que eu fiz no passado está sendo apagado, está me queimando de um jeito que o meu nome, Zonta, não merece. Chego ao ponto de repensar. Estou pensando seriamente até onde que eu terei ânimo e força se é preciso passar por isso mesmo."

Zonta fez questão de citar diversas vezes a família e, também, os fãs. Para ele, a torcida que tem é fator fundamental nessa possível saída, já que é apoiado por quem o acompanha: " "Chegam essas várias desclassificações, várias coisas que estão acontecendo, eu chego a me perguntar... Tenho recebido várias mensagens me perguntando: 'Para que tudo isso?'. Depois que eu recebi as mensagens que recebi, estou balançando bastante."
Ricardo Zonta (Foto: Duda Bairros/Stock Car)
Os sentimentos do piloto sobre a situação ficam ainda mais claros quando foi questionado sobre dois fatores: o primeiro, se iria correr neste final de semana normalmente; o segundo, se acredita em perseguição por parte de comissários. Nas diuas respostas, voltou a citar a dificuldade que tem em entender o que faz que acarreta em tantas penalizações.

"Vou correr. Estamos fazendo o trabalho normal, o carro continua com a mesma performance de sempre. E a vontade de vencer, ganhar corrida, continua. Só que será o Zonta merece passar por tudo isso? Depois de tudo que carregou na trajetória até aqui? Com o prazer que tem em guiar na Stock Car? É isso que eu sinto no momento."

"Não acredito (em perseguição). Até mesmo porque eu me dou bem com todo mundo. Eu não vejo por que está acontecendo isso. Se eu for falar sobre minhas vitórias na Stock Car foram nove no total... E eu tenho quatro. Então é difícil aceitar isso. Eu nunca cheguei a passar por isso. Em outras categorias eu nunca cheguei a passar por isso. Em categorias muito mais fiscalizadas. Nunca passei por isso. Agora parece que toda equipe que eu vou acontece isso", concluiu o #10.

O GP apurou que a Shell não recebeu oficialmente a razão para a desclassificação de Zonta no Vello Città -  no caso, as pinças de freio. A CBA divulgou nota na manhã desta sexta em que, de fato, não cita as razões. 

Zonta, a Shell e a Stock Car voltam às pistas no sábado, em Goiânia, com o treino de classificação para a terceira etapa da temporada, às 13h30 (de Brasília). GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ com o repórter Felipe Noronha.


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.