Nascar: com tranquilidade Johnson vence pela quarta vez na carreira em Indianápolis

Jimmie Johnson não teve trabalho para vencer pela quarta vez na carreira a etapa da Nascar em Indianápolis. O piloto terminou a prova com uma respeitável vantagem de 5s para Kyle Busch, o segundo colocado

Jimmie Johnson não teve dificuldades para colocar o nome na história de Indianápolis. Neste domingo (29), o piloto da Hendrick venceu de forma dominante a etapa da Nascar no mais tradicional dos ovais americanos, chegando ao quarto triunfo no local e igualando o número de conquistas de Jeff Gordon, além de A.J. Foyt, Al Unser e Ricky Mears, que competiram na Indy e suas categorias antecessoras.

Neste domingo, desde a primeira volta ficou claro que Johnson era o piloto a ser batido. Largando na sexta colocação, o americano ultrapassou quatro adversários antes mesmo de chegar à curva 3 para cruzar a linha de chegada, na abertura da segunda volta, na segunda colocação, atrás apenas do então líder Denny Hamlin.

Jimmie Johnson venceu pela quarta vez na carreira em Indianápolis (Foto: Nascar)

Apesar disso, não demorou muito para que o piloto assumisse a ponta. A partir daí, o carro número 48 só teve uma ameaça: Brad Keselowski. Na realidade, o piloto da Penske precisou abusar da estratégia para se colocar na luta pela vitória. Depois de partir apenas da 22ª colocação, Kese fez uma parada a menos, entrando em uma janela diferente de ida aos boxes, para assumir a ponta.

Assim, o piloto da Penske assumia a liderança toda vez que Johnson recolhia para a troca de pneus e reabastecimento, e vice-versa. Essa alternância terminou na volta 101, quando Keselowski relargou mal após um problema de Casey Mears e quase tocou em Regan Smith, o segundo colocado. Consequentemente, o carro de número 2 acabou sendo ultrapassado pelos demais rivais, acabando com a tática da paradas.

Faltando 36 voltas para o final, Jeff Burton teve um pneu furado, novamente chamando a bandeira amarela. Na parada, Greg Biffle mudou apenas dois pneus e assumiu a liderança da corrida, seguido por Jimmie Johnson. No entanto, bastou que a prova recomeçasse para que o piloto da Hendrick retomasse a primeira colocação.

Em seguida, Joey Logano se enroscou no carro de Trevor Bayne, acertando Bobby Labonte e Matt Kenseth, o líder do campeonato no processo. A nova entrada do safety-car foi bastante comemorada pelos ponteiros, já que acabou com qualquer chance de a corrida ser definida na economia de combustível.

Melhor para Jimmie Johnson, que seguiu rumo à bandeira quadriculada para vencer pela quarta vez em Indianápolis, com uma vantagem de 5s para Kyle Busch, o segundo colocado. Biffle terminou em terceiro, seguido por Dale Earnhardt Jr. e Jeff Gordon. O grupo dos dez primeiros ainda teve Denny Hamlin, Ryan Newman, Martin Truex Jr., Keselowski e Tony Stewart.

Com os resultados de Indianápolis, Dale Jr., vejam vocês, é o novo líder da temporada, com 731 pontos. Com o acidente, Kenseth caiu para segundo, com 717, enquanto Biffle, com 709 é o terceiro. Mesmo tendo vencido em Indy, Jimmie Johnson segue na quarta colocação, com 704. A próxima etapa da Nascar está marcada para o domingo (5), em Pocono.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube