F1
05/07/2018 10:00

GP às 10: Opção por De Ferran como novo diretor esportivo é boa notícia e grande acerto da McLaren na F1

No GP às 10 desta manhã de quinta-feira (5), Flavio Gomes comenta a ‘bomba’ que foi o pedido de demissão de Éric Boullier da McLaren. A escuderia britânica, que busca reencontrar o rumo das vitórias na F1, promoveu uma reestruturação na sua liderança e contratou Gil de Ferran como diretor esportivo. O que, na opinião de Gomes, mostra ser uma decisão bastante correta
Warm Up / Redação GP,  de Sumaré
 Gil de Ferran já se encontrou com seu 'aluno' Alonso neste domingo em Barber (Foto: Indy)

A grande notícia da última quarta-feira (4) foi o pedido de demissão de Éric Boullier do posto de diretor de corridas da McLaren, deixando a equipe após quatro anos infrutíferos. A saída do engenheiro francês aconteceu dias depois que o ‘Daily Mail’ noticiou uma grande crise interna no time, deflagrada com a notícia de que funcionários eram recompensados com barrinhas de chocolate de R$ 1,25. A saída de Boullier provocou uma reestruturação técnica e levou Zak Brown a trazer Gil de Ferran como novo diretor esportivo com efeito imediato.
 
No GP às 10 desta manhã de quinta-feira (5), Flavio Gomes elogia a decisão da McLaren ao trazer De Ferran, que compreende muita experiência não apenas no automobilismo norte-americano, mas também tem muito profundo conhecimento do espírito da F1 e do esporte a motor europeu como um todo. Sem contar a grande amizade construída com Fernando Alonso desde maio do ano passado, quando o bicampeão mundial de F1 disputou a Indy 500 e teve Gil como tutor.
 
Na visão do jornalista, a mudança realizada por Zak Brown pode ajudar a McLaren a retomar o posto de protagonista na F1 em algum tempo.

 
O GP às 10 é a série que traz um comentário em vídeo dos jornalistas do GRANDE PRÊMIO e convidados especiais, sempre às 10h, do dia e da noite.

Veja aqui todas as edições do 'GP às 10'.