19 corridas, 3 ausências e Brasil antecipado: como F1 esboça novo calendário

Primeiro esboço do novo calendário da F1 tem 19 provas, mudança na data do GP do Brasil, repetição de praças e ausência de Holanda, Canadá e SIngapura. Versão ainda não foi entregue aos times

A F1 já tem o primeiro esboço do novo calendário para a temporada 2020. As provas da Holanda, Canadá e Singapura não aparecem na nova versão, indicando cancelamento em breve. A informação é do site ‘Motorsport.com’. A proposta é de 19 etapas, com 3 praças se repetindo.
 
A versão ainda não é oficial e não foi entregue aos times, já que detalhes ainda estão sendo acertados.
 
Zandvoort faria o retorno depois de 35 anos, mas os organizadores enfrentam problemas com restrições locais de aglomeração e tentam evitar a realização do evento com portões fechados por questões financeiras. Marina Bay é um circuito de rua, e não consegue receber a corrida fora da data original pela longa preparação. Montreal sofre de problema semelhante.
A versão confirma que a abertura do campeonato deve acontecer com duas corridas na Áustria em domingos consecutivos, nos dias 5 e 12 de julho. Silverstone, na Inglaterra, ainda se acerta para receber provas em 26 de julho e 2 de agosto, mas corre risco de ser substituída por Hockenheim, na Alemanha.
 
O GP da Hungria passaria de 2 para 9 de agosto. A Espanha, prevista inicialmente para acontecer em maio, seria remanejada para 23 do mesmo mês, antecedendo Bélgica e Itália, que manteriam as datas originais.
 
O 'circo' partiria para o Azerbaijão em 20 de setembro, na data que Singapura receberia a F1, dando início a uma sequência de quatro corridas consecutivas, passando por Rússia, China e Japão.
A largada do GP do Azerbaijão (Foto: Mercedes)
A categoria desembarcaria nas Américas nas datas originais dos Estados Unidos e México, mas o GP do Brasil seria antecipado do dia 15 para 8 de novembro, abrindo o espaço para as corridas finais do ano, novamente em formato de quatro domingos consecutivos: Vietnã, duas provas no Bahrein e encerramento em Abu Dhabi, no dia 13 de dezembro.
 
A F1 ainda negocia compensações financeiras com algumas praças, já que todas as corridas devem ser realizadas com portões fechados. Etapas com maior deslocamento ainda devem pagar parte da taxa para realização. 

Confira o primeiro esboço do calendário:

  F2F2F2 1.0pt;border-left:none;border-bottom:solid #F2F2F2 1.0pt;border-right:solid white 1.0pt;background:#404040;padding:0cm 3.5pt 0cm 3.5pt;height:24px"> DATA ETAPA
1 5/7 ÁUSTRIA 1
2 12/7 ÁUSTRIA 2
3 26/7 INGLATERRA 1
4 2/8 INGLATERRA 2
5 9/8 HUNGRIA
6 23/8 ESPANHA
7 30/8 BÉLGICA
8 6/9 ITÁLIA
9 20/9 AZERBAIJÃO
10 27/9 RÚSSIA
11 4/10 CHINA
12 11/10 JAPÃO
13 25/10 EUA
14 1/11 MÉXICO
15 8/11 BRASIL
16 22/11 VIETNÃ
17 29/11 BAHREIN 1
18 6/12 BAHREIN 2
19 13/12 ABU DHABI

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube