Acidente monstruoso de Grosjean e vitória fácil de Hamilton: como foi GP do Bahrein

O GP do Bahrein não prometia tanto, mas entrou para a história com o acidente monstruoso de Romain Grosjean, em dia que contou com vitória fácil de Lewis Hamilton

Definitivamente o GP do Bahrein foi muito além do que imaginávamos que seria. Não pela corrida em si, mas sim pelo acidente monstruoso de Romain Grosjean. Abaixo estão os destaques da prova, na minha opinião:

Batida fortíssima de Romain Grosjean logo na primeira volta. Acompanho a Formula 1 há mais de duas décadas, e não consigo me lembrar de ter visto um acidente tão chocante ao vivo, e o período de tempo sem notícias sobre Grosjean pareceu uma eternidade durante a qual eu temi pelo pior.Felizmente, o piloto saiu praticamente ileso da batida. Se não fossem os inúmeros protocolos de segurança, Romain poderia ter tido complicações bem sérias em função do impacto e do incêndio. E o halo provavelmente salvou sua vida (palavras fortes a seguir: sem o halo, Romain provavelmente teria sido decapitado, ou teria seu crânio esmagado).

O guard-rail destruído com a pancada de Grosjean. (Foto: AFP)

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

Lewis Hamilton novamente dominou a corrida sem grandes dificuldades. Seu único possível adversário seria Valtteri Bottas, que teve um pneu furado logo no início da corrida. A expectativa, portanto, seria uma boa corrida de recuperação por parte de Bottas, mas ele chegou apenas em oitavo. Sabe-se que a Mercedes desenvolveu um carro para andar na frente e que seu carro não rende tanto andando atrás de adversários, porém, o desempenho de Valtteri deixou bastante a desejar, e imagino que se fosse Hamilton precisando fazer uma corrida de recuperação ele ao menos chegaria no pódio.

Sergio Pérez novamente fez uma corrida excelente, mas perdeu um pódio praticamente garantido após uma falha no motor. Uma pena, pois talvez tenha sido sua última chance de um top-3 em sua carreira, já que não tem nada fechado com equipe alguma para 2021.

Pierre Gasly fez uma ótima corrida novamente, chegando em sexto com sua Alpha Tauri após um longo stint em que precisou administrar bem seu conjunto de pneus.

McLaren teve ótimo desempenho com ambos os pilotos, garantindo 4º e 5º lugares e possivelmente garantindo 3º lugar no campeonato de Construtores. Basicamente, o azar da Racing Point com Perez abriu espaço para a sorte da McLaren.

Apesar de subir ao pódio, Alex Albon novamente deixou muito a desejar em relação a Max Verstappen. Espero que a administração da Red Bull abra mão do orgulho e contrate alguém de fora do seu programa de desenvolvimento de pilotos para o lugar de Albon. E vocês, o que acharam da corrida? Compartilhem conosco.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube