Após falha na Austrália, Honda anuncia troca de componentes de motor de Gasly e Hartley às vésperas do GP do Bahrein

Com apenas uma corrida disputada nesta temporada, a Honda já vai providenciar a troca de componentes de motor dos dois carros da Toro Rosso. No Bahrein, Pierre Gasly vai correr com novo motor de combustão interna (ICE) e atualizou o sistema de turbo e o MGU-H após o problema que forçou o francês a abandonar na Austrália. Brendon Hartley também vai correr com novos turbo e MGU-H

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Depois de uma pré-temporada promissora e de pouquíssimos problemas, a Honda sofreu seu primeiro revés em 2018 na sua parceria com a Toro Rosso ao ver o MGU-H do motor do carro de Pierre Gasly apresentar problemas no primeiro terço do GP da Austrália, forçando o abandono do jovem francês. Após investigação na fábrica de Sakura, a fábrica japonesa optou pela solução mais drástica anunciada nesta quarta-feira (4): a troca de componentes da unidade motriz não apenas de Gasly, mas também de Brendon Hartley para o fim de semana do GP do Bahrein, segunda etapa da temporada 2018 da F1.

 
A Honda realizou mudanças no MGU-H e também no sistema de turbo, que vão ser atualizados nas unidades motrizes dos carros de Gasly e de Hartley. No caso do francês, a montadora também decidiu trocar o motor de combustão interna (ICE) por entender que a unidade foi danificada na esteira da falha com o MGU-H em Melbourne.
A Honda vai trocar componentes do motor de Gasly e Hartley para o GP do Bahrein (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
A anunciada troca de componentes de motor já acende o alerta na Honda. A dupla da Toro Rosso não vai sofrer nenhuma punição no fim de semana em Sakhir, mas já fica perto do limite de uso de três ICE, MGU-H e sistema de turbo. A nova restrição imposta pelo regulamento da F1 para 2018 faz com que cada motor tenha de durar, em média, sete GPs para que o piloto não seja punido com a perda de posições no grid de largada.
 
Toyoharu Tanabe, diretor-técnico da Honda para o projeto da F1, explicou que não teve saída a não ser fazer a troca das peças às vésperas da etapa deste fim de semana.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Trocar componentes para a segunda corrida obviamente é uma decisão difícil e não é a ideal, levando em conta que o número de unidades de potência e componentes auxiliares agora estão limitados a apenas três por temporada”, lamentou o engenheiro.

 
“Contudo, nós acreditamos que este é o caminho certo a seguir e vamos continuar nosso desenvolvimento para garantir que o mesmo problema não vai acontecer novamente. Ainda que Sakhir seja uma pista difícil para a unidade de potência, nós esperamos avançar na esteira deste momento difícil, nos concentrando nesta corrida e nas que virão”, comentou Tanabe.
CEDO DEMAIS?

ALONSO ENTRA NO ‘MODO EMPOLGOU’ ANTES DO TEMPO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube