Button crê que Vettel pode deixar Ferrari se Leclerc pressioná-lo “como Ricciardo na época de Red Bull”

Será que Charles Leclerc pode pressionar Sebastian Vettel a ponto do alemão querer deixar a Ferrari no futuro? Jenson Button crê que isso seja possível - desde que o monegasco consiga ir bem como Daniel Ricciardo foi no ano em que dividiu a Red Bull com Vettel

Sebastian Vettel teve um ano de 2018 para esquecer – já que não conseguiu manter sua produção no topo e viu Lewis Hamilton ganhar o Mundial com tranquilidade. Para 2019, uma mudança importante: ele passará a ter ao seu lado, na Ferrari, Charles Leclerc. Mas há quem ache que isso pode até ser o fim do alemão na escuderia vermelha.

Segundo Jenson Button, campeão do mundo em 2009, Vettel deixar a Ferrari passaria a ser uma possibilidade se Leclerc conseguir presisoná-lo – e comparou a situação com 2014, o último do tetra na Red Bull.

"É uma atmosfera muito diferente para Sebastian na Ferrari do que era na Red Bull. Talvez haja mais pressão. Vamos ver como ele lida com isso neste ano. Será um ano muito importante para Sebastian. Quando Daniel *(Ricciardo) chegou à Red Bull ele achou difícil. Daniel colocou muita pressão nele e até andou mais que Vettel", opinou Button à 'Sky Sports'.

Sebastian Vettel (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

Naquele ano, Vettel foi apenas quinto, enquanto Ricciardo foi terceiro – o título ficou com Lewis Hamilton e o vice com Nico Rosberg. Valtteri Bottas, com a Williams, ainda ficou à frente de Vettel, em 4°.

"Eu acho que Charles pode fazer o mesmo neste ano e que se isso acontecer será uma decisão difícil paera Sebastian escolher o que fará em seu futuro", seguiu Button.

"Vettel é um piloto incrivelmente talentoso e rápido. Mas se a cabeça não estiver no lugar, pode esquecer. Charles me parece um cara tranquilo, relaxado, e acho que a Ferrari vai comprar sua ideia rapidamente. E isso pode machucar o outro piloto", completou Button.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube